Cidade do Rio vai ganhar um viveiro de árvores em 2022

Publicado em 07/01/2022 - 14:32 | Atualizado
O local, que deve ser entregue no primeiro semestre, será todo sustentável e terá capacidade de produzir mais de 10 mil árvores por ano - Divulgação

As obras do Viveiro Árvores do Amanhã, na Fazenda Modelo, em Guaratiba, na Zona Oeste do Rio, estão de vento em popa. O projeto, uma parceria entre e Fundação Parques e Jardins, vinculada à Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SMAC), e a FARM, tem como objetivo o cultivo de mudas de árvores urbanas que serão plantadas por toda a cidade do Rio de Janeiro.

O local, que deve ser entregue ainda no primeiro semestre, será todo sustentável e terá capacidade de produzir mais de 10 mil árvores por ano. Outra novidade do projeto é a ideia de economia circular, que irá utilizar os resíduos de podas da região para transformar em adubo e, assim, alimentar as mudas cultivadas no local.

O presidente da fundação, Fabiano Carnevale, esteve no local onde vai funcionar o viveiro e acompanhou o andamento da construção junto com equipes da autarquia.

 

– A inauguração desse viveiro de mudas de arborização urbana representa um marco para a cidade do Rio. Isso significa que, a partir do próximo ano, o Rio vai ter uma produção própria de mudas, que vai representar um grande salto nos programas de arborização – declarou.

 

Os viveiros, que contarão com canteiros e sistema de irrigação, estão sendo construídos dentro de uma área de cerca de 15 mil metros quadrados que pertence à SMAC.

  • 7 de janeiro de 2022
  • Skip to content