Seop realiza operação para demolir construções irregulares em Inhaúma e Tomás Coelho

Publicado em 27/04/2022 - 15:06 | Atualizado
A Secretaria de Ordem Pública atuou nos bairros de Inhaúma e Tomás Coelho, nesta quarta-feira - Divulgação

A Secretaria de Ordem Pública (Seop) realizou, nesta quarta-feira (27/4), uma operação para demolir construções irregulares nos bairros de Inhaúma e Tomás Coelho, na Zona Norte. A primeira ação foi feita para demolir um muro de cerca de três metros de altura erguido entre as ruas G e Guarapuava, em Inhaúma, que impedia o acesso de pedestres e veículos e era alvo de denúncias de moradores das vilas Santa Luzia e Mangueiral. Todo o entulho foi recolhido pela Comlurb.

Já a segunda ação foi realizada na esquina da Avenida Pastor Martin Luther King Júnior com Rua Silva Vale, em Tomás Coelho, onde muros e grades cercavam de forma irregular uma área pública de cerca de 1.500 metros. Eles foram removidos. Além disso, cinco construções irregulares foram notificadas pelos fiscais durante a operação no local.

 

– Nós seguiremos realizando operações de demolição de construções irregulares para coibir o uso indevido do espaço público que, neste caso, impedia o direito de ir e vir dos cidadãos, e para garantir o ordenamento da cidade – destacou o secretário de Ordem Pública, Brenno Carnevale.

 

As demolições foram feitas por equipes da Coordenadoria Técnica de Operações Especiais (COOPE) e da Coordenadoria Geral de Operações Especiais (CGOE) da Secretaria de Conservação. Também participaram da ação agentes da Subprefeitura da Zona Norte, da Subsecretaria de Operações da Seop, da 44ª Delegacia (Inhaúma) da Polícia Civil e da Guarda Municipal.

 

– Existe um trâmite processual na Prefeitura para realizar um fechamento de rua, baseado em decreto e lei municipal.  Hoje, foi mais um caso em que moradores estavam com a passagem impedida. Quem insistir em construir por livre e espontânea vontade e descumprir as regras estará passível a demolições e qualquer outra intervenção – completou o subprefeito da Zona Norte, Diego Vaz.

 

Em 2022, mais de 200 construções irregulares já foram demolidas pela Seop em ações para combater o uso ilegal de áreas públicas e também para remover construções erguidas em desacordo com as legislações vigentes.

  • 27 de abril de 2022