Seop e GM registram três prisões e 43 abordagens nos três primeiros dias de reforço na fiscalização da orla

Publicado em 29/08/2021 - 09:33 | Atualizado em 29/08/2021 - 10:28
Cerca de 150 guardas municipais estão atuando na areia, calçadão e vias de acesso às praias - Prefeitura do Rio

Nos três primeiros dias da operação especial de reforço nas ações de ordenamento urbano e fiscalização da orla da cidade, a Secretaria Municipal de Ordem Pública (Seop) e a Guarda Municipal (GM-Rio) registraram três prisões e 43 abordagens na Zona Sul do Rio. Além disso, foram registradas aplicação de multas para flagrantes de infrações de trânsito e sanitárias e foram apreendidos produtos que estavam sendo comercializados sem autorização por ambulantes nas Zonas Sul e Oeste.

O objetivo da operação, iniciada na quinta-feira (26/08), é antecipar a ocupação das praias ainda no inverno, que já está se encerrando com altas temperaturas. O trabalho é integrado com as forças de segurança, como as Polícias Militar e Civil, para promover maior sensação de segurança aos banhistas e demais cidadãos.

No primeiro dia de atuação, os guardas municipais fizeram 42 abordagens resultando na condução de 11 pessoas para delegacias da Zona Sul; duas delas ficaram detidas após flagrante de posse de drogas. Além disso, equipes do Grupamento de Guardas Motociclistas (GGM) atuaram com a Polícia Militar para conter um tumulto em um ponto de ônibus na Avenida Prado Júnior.

Já na sexta-feira (27/08), foi realizada uma prisão de um homem flagrado cortando coqueiros com uma motosserra na altura do posto 2 da Praia de Copacabana. O caso foi registrado na 12ª DP (Copacabana) como dano ao patrimônio e pelo crime ambiental de utilização de motosserra. Além disso, foi realizada uma condução para delegacia de um jovem que estava com pedras portuguesas ameaçando quebrar vitrines e atirá-las nas pessoas na Avenida Princesa Isabel. Ele também foi encaminhado para 12ª DP e liberado após verificação de antecedentes criminais. Os agentes ainda aplicaram uma multa por infração sanitária e 42 multas de trânsito. Além disso, foram apreendidos 80 CDs na Avenida Nossa Senhora de Copacabana.

Neste sábado (28/08), foram aplicadas 98 multas, apreendidos 244 produtos que estavam sendo comercializados irregularmente, como bonés, azulejos e banners, e foram registradas seis ocorrências de auxílio ao público. Guardas municipais do Grupamento de Defesa Ambiental (GDA) resgataram três animais silvestres.

 

Estrutura e efetivo

 

Cerca de 150 guardas municipais estão atuando na areia, calçadão e vias de acesso às praias que vão do Leme, na Zona Sul, até o Pontal, na Zona Oeste da cidade. As ações contam com apoio de 24 viaturas, 10 motocicletas e cinco tendas operacionais instaladas em pontos estratégicos na areia.

Além disso, a Subsecretaria de Operações da Seop está realizando ações de fiscalização para combater desordens na orla, como a ocupação indevida do espaço público por ambulantes sem autorização. Equipes do Programa Rio + Seguro, formada por guardas municipais e policiais militares, também estão realizando rondas nas praias de Copacabana e do Leme.

 

 

A Seop também faz a fiscalização para combater desordens na orla – Prefeitura do Rio

O trabalho das equipes nas ruas conta com apoio do Núcleo de Videopatrulhamento da Guarda Municipal, que monitora 80 câmeras redirecionadas para reproduzir imagens do calçadão e da faixa de areia. Os flagrantes de crimes são enviados pelo celular para os guardas identificarem e abordarem os suspeitos. O material em vídeo também é cedido à Polícia Civil, para auxiliar no registro de ocorrências nas delegacias.

O efetivo empregado pela GM-Rio é de guardas dos grupamentos Marítimo Municipal (GMM), de Operações Especiais (GOE), Tático Móvel (GTM), de Guardas Motociclistas (GGM), Especiais de Trânsito (GETs), de  Defesa Ambiental (GDA) e de Cães de Guarda (GCG), que atuam principalmente nos locais de saída das praias, como pontos de ônibus e vias estratégicas.

  • 29 de agosto de 2021