Seop demole condomínio com 12 casas irregulares e investimento de R$ 3,5 milhões, em Jacarepaguá

Publicado em 23/09/2022 - 13:15 | Atualizado
Foram derrubadas 12 casas, de dois pavimentos, erguidas sem licença ou acompanhamento de profissionais habilitados - Divulgação

A Secretaria de Ordem Pública (Seop) realizou, nesta sexta-feira (23/9), mais uma operação de demolição de construções irregulares, desta vez na Estrada do Camorim, em Jacarepaguá, na Zona Oeste do Rio. Foram derrubadas 12 casas de dois pavimentos, que foram erguidas sem licença ou acompanhamento de profissionais habilitados, além do início da construção da fundação de mais seis unidades. Engenheiros da Prefeitura estimam que tenham sido investidos R$ 3,5 milhões nas construções.

Também foi identificada a retirada de vegetação nativa sem o devido licenciamento. As construções não atendiam a legislação, os parâmetros urbanísticos da região e ocupavam uma área de aproximadamente 3.000 m2. Cada lote media cerca de 200m2, com residências de 150m2, avaliadas em aproximadamente R$ 300 mil para venda.

Os responsáveis haviam sido notificados sobre as irregularidades e sobre o embargo, mas, mesmo assim, continuaram a realizar as construções, desrespeitando os atos administrativos praticados pela Prefeitura.

 

– Desde janeiro de 2021, já fizemos mais de 1.100 demolições e seguiremos realizando esse trabalho porque queremos que o município cresça, mas de forma ordenada. Não vamos tolerar construções ilegais na cidade do Rio de Janeiro – afirmou o secretário de Ordem Pública, Brenno Carnevale.

 

Também participam da operação agentes da Secretaria de Conservação, da Coordenadoria Técnica de Operações Especiais (COOPE), Guarda Municipal, Rioluz, Light, Cedae e Polícia Militar.

  • 23 de setembro de 2022
  • Skip to content