Prefeitura fiscalizou comércio de Madureira e Cascadura nesta terça (12/05)

Publicado em 12/05/2020 - 20:44 | Atualizado
Ações aconteceram em apoio ao primeiro dia de bloqueios nos dois bairros da Zona Norte. Foto: Divulgação

A Prefeitura do Rio, por meio da Secretaria Municipal de Ordem Pública (Seop), levou sua força-tarefa de fiscalização do comércio para Madureira e Cascadura, na Zona Norte, nesta terça-feira, dia 12, primeiro dia de bloqueios de trânsito em trechos dos dois bairros. Ao todo, foram fechados sete estabelecimentos dos 22 abertos fiscalizados, e 31 ambulantes foram orientados a se retirar. Durante as ações, as equipes constataram que a maioria dos estabelecimentos (432) já estavam fechados obedecendo ao decreto, e meia tonelada de resíduos sólidos foi recolhida das ruas.

Em Madureira, a restrição de circulação de pedestres e veículos particulares (exceto de residentes e empregados em serviços de entrega) acontece na Avenida Edgard Romero (trecho entre a descida do viaduto Negrão de Lima até a altura da Escola Municipal Carmela Dutra). Já em Cascadura, foi interditada a área da Praça Nossa Senhora do Amparo.

De acordo com o Decreto 47.424, publicado nesta segunda-feira (11/05), outras nove áreas com altos índices de aglomeração serão bloqueadas: Grajaú, Santa Cruz, Freguesia, Taquara, Guaratiba, Realengo, Méier, Tijuca e Pavuna. O bloqueio chegará, gradativamente, a todas até esta quarta-feira (13). O planejamento visa reduzir o impacto causado pela mudança no trânsito e no transporte público de cada região, além de planificar as operações conjuntas com a Polícia Militar.

As regiões ficarão isoladas por grades até a próxima segunda-feira (18/05), com o acesso da população restrito a funcionários e clientes de mercados, farmácias e agências bancárias. Ao todo, cerca de 250 guardas municipais, além da Polícia Militar, cuidarão 24 horas por dia das barreiras.

Balanço geral – Desde 18 de março, as ações diárias integradas pela Seop com foco no comércio resultaram no fechamento de 9.665 estabelecimentos dos 13.570 visitados em toda a cidade. Já o Disk Aglomeração atendeu 5.669 ocorrências, de 31 de março a 11 de maio. Os dez bairros mais demandados, até ontem, foram: Campo Grande, Santa Cruz, Bangu, Realengo, Centro, Tijuca, Madureira, Taquara, Barra da Tijuca e Inhoaíba.

Órgãos – A força-tarefa da Seop conta com efetivos da Subsecretaria de Operações (Subop) da pasta; Guarda Municipal; Subsecretaria de Licenciamento, Fiscalização e Controle Urbano, vinculada à Secretaria Municipal de Fazenda; Subsecretaria de Vigilância Sanitária, que integra a Secretaria Municipal de Saúde; e Comlurb, além da Polícia Militar, quando necessário.