Prefeitura demole lava a jato, imóvel e muro irregulares em terrenos públicos na Abolição

Publicado em 13/10/2020 - 16:51 | Atualizado
Uma ligação clandestina de água foi desfeita. Esta é a segunda semana seguida de ações conjuntas integradas pela Seop contra a atividade irregular Foto Divulgação Seop / Prefeitura do Rio

A Prefeitura do Rio, por meio da Secretaria Municipal de Ordem Pública (Seop), realizou, nesta terça-feira, 13/10, mais uma ação conjunta contra lava a jatos clandestinos, desta vez na Abolição, na Zona Norte, onde um desses estabelecimentos irregulares teve a estrutura demolida. Com apoio da Cedae e da Polícia Militar, as equipes municipais demoliram ainda um imóvel e 180 metros de muro erguidos ilegalmente em dois terrenos da Prefeitura, desfizeram uma ligação clandestina de água, e recolheram 10,6 toneladas de resíduos sólidos.

No local, esquina das ruas da Abolição e Teixeira de Azevedo, foram apreendidos um aspirador, dois refletores, mangueiras, ferramentas diversas e um bagageiro de motocicleta. Os agentes também encontraram uma lona de festa e quatro banheiros químicos que teriam sido utilizados em evento do Dia das Crianças. O material foi devolvido ao proprietário. Durante a operação, foram recolhidos ainda 20 metros de cabo que estavam em risco de queda.

Com planejamento da Subsecretaria de Operações (Subop) da Seop, a ação conjunta desta segunda contou com efetivos da Guarda Municipal, Cedae, Rioluz, Secretaria Municipal de Infraestrutura, Habitação e Conservação, Comlurb, Coordenadoria de Controle Urbano (da Secretaria Municipal de Fazenda), Coordenadoria de Fiscalização de Estacionamentos e Reboques (da Seop) e Polícia Militar.

Histórico – Na semana passada, na quinta e sexta-feira, dias 8 e 9/10, três lava a jatos irregulares foram fechados em ações nas zonas Norte e Oeste. Os agentes checaram denúncias em Jacarepaguá, Itanhangá e Marechal Hermes, identificando e “cortando” sete ligações clandestinas de água e de energia elétrica. As equipes notificaram ainda cinco quiosques irregulares, abastecidos por um dos “gatos”, e orientaram outros cinco ambulantes, além de retirarem 2,3 toneladas de resíduos sólidos.

Desde 18/08, foram desfeitas 35 ligações clandestinas de água e de energia elétrica em diversos bairros. As ações também resultaram no recolhimento de mais de 4,8 toneladas de resíduos (caixas d’ água e outros recipientes, papelão, madeira e lonas) que obstruíam calçadas e parte de vias; recuperação de três contêineres da Comlurb; e aplicação de cinco multas por estacionamento irregular, com um veículo removido. Neste ano, ao todo, foram realizadas 15 operações conjuntas contra lava a jatos irregulares na Tijuca, Vila Isabel, Caju, Taquara, Campinho, Benfica, Mangueira, Botafogo, Deodoro, Guadalupe, Marechal Hermes, Itanhangá, Jacarepaguá e Abolição.