Força-tarefa da Secretaria de Ordem Pública e do MP Estadual demole 12 construções irregulares na Muzema

Publicado em 03/01/2022 - 18:32 | Atualizado em 03/01/2022 - 18:39
Operação contra construção irregular na Muzema - Divulgação / Prefeitura do Rio

A força-tarefa composta pela Secretaria de Ordem Pública e pelo Ministério Público, por meio do Grupo de Atuação Especial no Combate ao Crime Organizado (GAECO), realizou mais uma operação de demolição de construções irregulares na Muzema, nesta segunda-feira (03/01). Na ação, 12 estruturas construídas em área pública, sem autorização, foram retiradas. Investigações apontam que obras e estruturas pertenciam à milícia local.

 

– O foco da operação foi na preservação de vidas, na retomada da ordem pública e, naquilo que é atribuição do município, asfixiar o crime organizado. A Prefeitura do Rio não vai tolerar a construção em áreas públicas e a exploração de pessoas nessas regiões sob influência do crime organizado. Vamos intensificar ainda mais as operações neste ano de 2022 – destaca o secretário de Ordem Pública, Brenno Carnevale.

 

Ao término da operação, foram desfeitas 34 ligações clandestinas de luz e nove de água. Os agentes da Prefeitura apreenderam mais de 80 itens entre cadeiras, mesas e carrinhos de carga, além de 80 metros de fios e cabos. Nove veículos foram removidos por estacionamento irregular. Agentes da Comlurb recolheram 22 toneladas de resíduos. O restante será removido nos próximos dias.

 

– Nesse terreno passa uma rede de transmissão de energia e não é permitido legalizar qualquer tipo de construção. Mss aqui havia até uma igreja, pondo em risco a vida de muitas pessoas. Vamos continuar combatendo as irregularidades e estabelecendo a ordem em Jacarepaguá – reforça a subprefeita de Jacarepaguá, Talita Galhardo.

 

A ação contou também com Guarda Municipal,  Secretaria de Conservação, Light, Cedae, Comlurb, Coordenadoria de Controle Urbano (CCU), Gerência Fiscalização de Estacionamento e Reboque (GFER), além do Comando de Policiamento Ambiental da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro.

 

Operação contra construção irregular na Muzema – Divulgação / Prefeitura do Rio