Projeto engaja mais de 633 mil estudantes para recuperar rios da cidade

Publicado em 30/11/2021 - 14:40 | Atualizado

A Prefeitura do Rio, por meio da Secretaria Municipal de Educação e a Secretaria Municipal de Meio Ambiente, anuncia, nesta quinta-feira (2/12), o projeto Esse Rio é Meu, que irá mobilizar professores e alunos de toda a rede municipal na preservação dos rios da cidade. O lançamento será às 10h, na Escola Municipal Dom Meinrado, em Campo Grande.

A iniciativa será realizada pela Prefeitura em parceria com o Planetapontocom, organização social que atua no desenvolvimento de soluções inovadoras para a educação. O projeto faz parte do programa Cidades, Salvem seus Rios, criado pelo Planetapontocom para engajar escolas na recuperação e preservação dos rios, e abrangerá toda a rede municipal – mais de 1,5 mil escolas, quase 40 mil professores e mais de 633 mil estudantes –, contemplando 267 cursos d’água da cidade ao longo de dois anos.

De acordo com a presidente da organização, Silvana Gontijo, a ideia nasceu a partir de uma pesquisa realizada com mais de 4 mil professores, cujo objetivo era saber a causa que mais motiva e mobiliza crianças e jovens no Brasil. A causa ambiental, com ênfase na questão da água, teve maior destaque. A instituição passou então a formular a proposta que traz essa causa para o centro do processo pedagógico.

 

 – A experiência nos mostrou que os conteúdos curriculares de ciências, geografia, matemática, história, língua portuguesa, entre outros, quando associados de forma interdisciplinar a uma causa de transformação social no território da escola, geram uma experiência altamente enriquecedora para toda a comunidade, principalmente para os estudantes, que atuam como protagonistas – afirmou Silvana.

 

O secretário municipal de Meio Ambiente, Eduardo Cavaliere, destacou que o programa é fundamental para o cumprimento das metas preconizadas no Plano de Desenvolvimento Sustentável e Ação Climática da Prefeitura.

 

– Na Década de Restauração da ONU (2021-2030), a cidade do Rio mostra que está comprometida com a preservação de seus ativos ambientais. Com o programa Esse Rio é Meu as novas gerações vão construir os caminhos para a proteção dos rios da cidade. A capital tem uma agenda ousada em busca da justiça climática. A meta de revitalização de 300 km de vias e espaços públicos, com drenagem urbana sustentável e ampla arborização, até 2030, só será alcançada com participação social – disse Eduardo Cavaliere.

 

O secretário municipal de Educação, Renan Ferreirinha, aposta em parcerias que vão além dos muros das escolas. A secretaria já possui projetos até mesmo itinerantes que trabalham a sensibilização dos alunos da rede municipal, provocando reflexões a respeito do meio ambiente e estimulando o cuidado e o sentimento de pertencimento.

 

– Nós acreditamos nas ações interdisciplinares que vão além da escola. O projeto Esse Rio é meu chega para somar e reforçar a importância da mobilização e da busca por soluções de forma colaborativa, com a participação das comunidades escolares e suas famílias. Iniciativas que estimulem a conscientização ambiental de nossos alunos sempre serão apoiadas e incentivadas pela secretaria – declarou Renan Ferreirinha.

 

Projeto piloto “Planetapontocom”

Em 2015, o projeto piloto foi lançado no Rio de Janeiro com foco no Rio Carioca. Batizada com o nome Carioca, o rio do Rio, a iniciativa envolveu 28,5 mil alunos e 540 professores de 27 escolas públicas e privadas situadas na bacia do Rio Carioca, que nasce na Floresta da Tijuca e deságua na Baía de Guanabara. Além da ação de recuperação, o projeto-piloto levou o rio Carioca a ser o primeiro rio urbano brasileiro tombado como patrimônio histórico e cultural e à edição e aprovação da Lei Municipal nº 6.535, em abril de 2019, que estabelece a implementação do projeto Esse Rio é Meu no âmbito de todas as escolas da rede municipal de ensino.

Planetapontocom

O Planetapontocom é uma Oscip (Organização da Sociedade Civil de Interesse Público) com mais de 20 anos de história e reconhecida pelo desenvolvimento de iniciativas inovadoras testadas e sistematizadas para serem disseminadas e, portanto, passíveis de se tornarem políticas públicas.

 

Serviço:

Data: 2/12/2021 (quinta-feira)

Horário: 10h

Local: Escola Dom Meinrardo – Rua Adelmar Tavares, s/n – Campo Grande

  • 30 de novembro de 2021