Prefeitura retoma programa de polos gastronômicos e comerciais da cidade

Publicado em 14/12/2021 - 19:11 | Atualizado
  • Início/
  • /
  • Prefeitura retoma programa de polos gastronômicos e comerciais da cidade
Restaurantes em polo gastronômico da Cidade Nova - Marcelo Piu / Prefeitura do Rio

O prefeito Eduardo Paes e o secretário de Governo e Integridade Pública, Marcelo Calero, anunciaram nesta terça-feira (14/12) a retomada do programa Polos do Rio, que instituiu conglomerados gastronômicos e comerciais em diversos pontos da cidade. Criado em 2009, o projeto chegou a ter 24 grupos ativos. No entanto, no início de 2021, apenas cinco estavam em operação.

Atualmente, o Rio tem 19 polos em funcionamento, sendo três deles criados este ano. A meta da secretaria é chegar a 24 clusters ativos no ano que vem. Para constituir um polo, é necessário um grupo formado por, no mínimo, 15 empresas que exerçam atividades em uma mesma região da cidade, desde que não se sobreponham a outros conglomerados já existentes.

 

– A Coordenadoria de Diálogos Setoriais tem feito de maneira brilhante esse trabalho de mobilizar as partes, juntar as pontas e fazer com que as pessoas sejam ouvidas. Vamos simplificar uma série de regras e isso faz uma enorme diferença para esses setores da economia da cidade. O Rio gosta de espaços que concentram atividades comerciais. Vamos olhar com otimismo para 2022, que será muito melhor – afirmou o prefeito Eduardo Paes.

 

Cabe aos empresários organizar a formação do cluster e encaminhar a proposta à Coordenadoria Executiva de Diálogos Setoriais (Cedi), que é vinculada à Secretaria Municipal de Governo e Integridade Pública (Segovi). Para evitar o conflito de criação de polos semelhantes no mesmo perímetro, a Prefeitura está desenvolvendo uma plataforma de georreferenciamento, que ajudará a mapear as áreas que já contam com conglomerados do tipo.

Dos polos existentes, 14 atuam no ramo gastronômico. Segundo dados do Sindicato de Bares e Restaurantes do Rio de Janeiro (SindRio), este mercado liderou a geração de empregos formais na capital entre abril e outubro deste ano: foram 5.138 vagas preenchidas no período. Somente em outubro, o município registrou 1.233 contratações pelo setor.

– Ao longo de 2021, trabalhamos arduamente para recuperar e fortalecer nossa atividade econômica, e os resultados já são visíveis. A retomada do programa Polos do Rio simboliza o retorno do investimento na capacidade empreendedora de nossa cidade e o compromisso com a revitalização do espaço público nos mais diversos territórios cariocas – destacou o secretário de Governo e Integridade Pública, Marcelo Calero.

 

Com o programa é possível resgatar a confiança de empresários na cidade.

 

– Temos promovido uma forte atuação no sentido de resgatar a confiança dos empresários e trazê-los para dentro da Prefeitura, com ações para a recuperação de nossa cidade. Quando cada polo comercial é contemplado pelo executivo municipal com serviços e incentivos, todos os cidadãos passam a ter um Rio melhor – afirmou o coordenador executivo de Diálogos Setoriais, Armed Sarieddine.

 

Polo gastronômico – Marcelo Piu / Prefeitura do Rio

 

Confira a lista dos 19 polos que já estão em funcionamento:

1 – Comercial, de Eletrônica e de Informática de Cascadura
2 – Comercial, Gastronômico e de Lazer de Higienópolis
3 – Gastronômico de Botafogo
4 – Gastronômico, Turístico e Cultural do Lido + Leme
5 – Mais Ipanema Gastronomia, Turismo, Cultural e Lazer
6 – Dias Ferreira
7 – Gastronômico e Cultural da Gávea
8 – Plantas Ornamentais da Ilha de Guaratiba (Grota Funda)
9 – Comercial Largo de Benfica
10 – Comercial Rio Cidade Nova
11 – Região Portuária
12 – Histórico, Cultural e Gastronômico da Praça XV
13 – Cultural e Gastronômico do Novo Rio Antigo
14 – Gastronômico, Cultural e Turístico de Santa Teresa
15 – Jardim Oceânico – Gastronomia, Turismo e Lazer
16 – Vargem Grande
17 – Gastronômico da Praça da Bandeira
18 – Baixo Uruguai
19 – Comercial e de Confeitarias Tradicionais do Centro

  • 14 de dezembro de 2021