Prefeitura promove “Blitz da Vida” no Flamengo e em Botafogo

Publicado em 06/10/2020 - 15:10 | Atualizado
Ações conjuntas integradas pela Seop na fase de retomada já fiscalizaram mais de 2,1 mil estabelecimentos e ambulantes, e acolheram 233 pessoas em situação de rua Foto Divulgação Seop / Prefeitura do Rio

A Prefeitura do Rio, por meio da Secretaria Municipal de Ordem Pública (Seop), realiza, nesta terça-feira, 06/10, mais uma “Blitz da Vida”, desta vez em vias do Flamengo e de Botafogo, na Zona Sul. Com a participação de diversos órgãos municipais, a força-tarefa atua na fiscalização do comércio, atendimento à população em situação de rua e limpeza urbana, sempre com foco no enfrentamento à pandemia de Covid-19. Lançada há mais de dois meses, a “Blitz” já passou por 14 bairros com áreas sensíveis a aglomerações durante a retomada, onde fiscalizou mais de 2,1 mil estabelecimentos e ambulantes, acolheu 233 pessoas em situação de rua, e recolheu cerca de 68 toneladas de resíduos.

Balanço da Barra – Na semana passada, a Blitz passou pela Barra da Tijuca, onde os agentes fiscalizaram, de terça a quinta-feira, 29/09 a 01/10, mais de 35 estabelecimentos (quatro) e ambulantes (pelo menos 31). Entre os ambulantes, dois foram notificados e 13 (sem autorização) orientados a desocupar o espaço público. Um trailer (notificado anteriormente) também foi retirado no Jardim Oceânico. A operação resultou ainda na abordagem de 40 pessoas em situação de rua, com dois acolhimentos; aplicação de 35 multas a veículos, entre eles 15 de transporte complementar, com duas vans removidas por irregularidades, e 18 por estacionamento irregular (16 removidos); e recolhimento de 3,5 toneladas de resíduos sólidos.

Em frente ao BRT Via Parque, entre outras irregularidades, os agentes desmobilizaram um ponto de mototáxi, com retirada de telhas, bancos e toda uma estrutura irregular que obstruía o logradouro público. Neste ponto, foram realizadas ainda as apreensões de moenda e de botijão de gás de barracas de pastel e de caldo de cana. Durante a operação, foram apreendidos ainda outros 31 itens (entre bancos de plástico e bebidas) e 31 kg de doces e biscoitos. Um ambulante que escondia mercadorias atrás de tapumes e madeiras foi imobilizado e conduzido à 16ª DP (Barra) após desacato e tentativa de agressão.

O roteiro contemplou os entornos do Shopping Metropolitano e das estações de BRT e Metrô, as avenidas Ayrton Senna, Érico Veríssimo, Olegário Maciel, Ministro Ivan Lins, João Cabral de Mello Neto, Luís Carlos Prestes e do Pepê, as praças São Perpétuo, do Pomar e Euvaldo Lodi, a Praia dos Amores, a Rua Sargento João de Faria, e vias da Península, como as avenidas Flamboyants e das Acácias e a Rua dos Jacarandás.

Balanço geral da “Blitz” na cidade – Em 11 semanas, de 21/07 a 02/10, a “Blitz da Vida” registrou, em mais de 50 ações conjuntas, 2.195 fiscalizações e orientações a estabelecimentos comerciais (855) e ambulantes (1.340), e 967 abordagens a pessoas em situação de rua, com 233 acolhimentos. A força-tarefa contabiliza mais de 600 multas de trânsito por diversas irregularidades, com 255 remoções de veículos por estacionamento irregular e 244 autuações a vans e kombis do transporte complementar de passageiros; e retirada de mais de 68 toneladas de resíduos sólidos. O levantamento corresponde à atuação em 14 bairros: Centro, Copacabana, Ipanema, Leblon, Campo Grande, Santa Cruz, Tijuca, Freguesia de Jacarepaguá, Taquara, Praça Seca, Madureira, Cascadura, Méier e Barra da Tijuca.

Outros números – Desde o início das ações de combate à pandemia, em 18 de março, a Seop integrou mais de 649 operações conjuntas em toda a cidade, onde foram fiscalizados 38.838 estabelecimentos, com 28.101 pontos comerciais fechados. Além disso, foram atendidas 11.454 ocorrências pelo Disk Aglomeração, que funciona desde 31 de março com base em chamados à Central 1746.

Órgãos – As ações conjuntas são planejadas pela Subsecretaria de Operação (Subop) da Seop e contam, de acordo com a necessidade operacional, com efetivos da Guarda Municipal, e das coordenadorias de Fiscalização de Estacionamentos e Reboques (Cfer), Especial de Transporte Complementar (CETC) e de Cuidado e Prevenção às Drogas (CPD), ligadas à pasta; Subsecretaria de Licenciamento, Fiscalização e Controle Urbano (da Secretaria Municipal de Fazenda); Subsecretaria de Vigilância Sanitária (da Secretaria Municipal de Saúde); Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos; Comlurb; Cedae; Light; Rioluz; e Polícia Militar.