Prefeitura do Rio chama a atenção dos cariocas para o Dia Nacional de Combate ao Fumo

Publicado em 28/08/2020 - 14:23 | Atualizado
  • Início/
  • /
  • Prefeitura do Rio chama a atenção dos cariocas para o Dia Nacional de Combate ao Fumo

A Prefeitura do Rio, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), convida os cariocas a pensarem na importância do Dia Nacional de Combate ao Fumo, comemorado no dia 29 de agosto. Com a retomada das atividades econômicas na cidade do Rio e com a necessidade de um novo padrão de comportamento que estimula mudança de hábitos e adaptações no cotidiano de todos, a questão do tabagismo se destaca pelo aumento dos riscos com a pandemia. Neste cenário, com a volta da circulação dos cariocas no Rio e a reabertura dos estabelecimentos comerciais, é fundamental que se cumpram as leis Antifumo em toda cidade, tanto na questão dos ambientes 100% livres de fumo, quanto na aplicação da proibição da propaganda (e exposição adequada) dos produtos fumígenos nos pontos de venda.

A atenção também vale para a norma que entrou em vigor recentemente – 25/05/2020 – e determina que derivados de tabaco fiquem longe de produtos voltados ao público infantil, como balas, chocolates, chicletes, doces em geral e brinquedos. Levando em conta que 90% dos tabagistas começam a fumar até os 19 anos de idade, a medida tem o objetivo de reduzir a exposição e estímulo ao consumo, sobretudo para jovens e crianças.

Diante disso, a SMS reforça a importância da adoção de hábitos saudáveis, principalmente neste momento, incentivando um “novo normal” longe do cigarro, o que também inclui cigarro distante das crianças e jovens, e conta com a população como mais uma aliada no combate à exposição irregular de produtos derivados do tabaco nos pontos de venda. Quem identificar a medida sendo descumprida em algum estabelecimento, pode registrar formalmente a sua denúncia por meio da Central de Atendimento 1746, por telefone, aplicativo ou pelo site.

 

Fumo e Covid-19: riscos para tabagistas e fumantes passivos

Levando-se em conta que a Covid-19 é uma doença infecciosa que ataca principalmente os pulmões e que o tabagismo diminui a função imunológica pulmonar, neste momento é fundamental e urgente o incentivo à cessação de fumar e a prevenção do tabagismo.

Ao fumar, os fumantes colocam frequentemente os dedos em contato com os lábios, aumentando a possibilidade de transmissão do vírus para a boca. O uso compartilhado de narguilé, cigarros e outros produtos de tabaco pode colaborar para disseminação da doença. E mesmo para aqueles que não fumam, mas vivem e/ou convivem com tabagistas, também existem riscos. O tabagismo passivo também é responsável por problemas pulmonares que tornam as pessoas mais suscetíveis a infecções respiratórias e, possivelmente, às complicações da Covid-19.

Na cidade do Rio, o tratamento para fumantes está disponível em mais de 150 unidades de Atenção Primária. Para conhecer o  Programa de Controle do Tabagismo da Secretaria Municipal de Saúde, basta acessar: http://www.prefeitura.rio/web/sms/tabagismo.

 

Parceria por Cidades Saudáveis

O alerta para o assunto neste Dia Nacional de Combate ao Fumo, com o objetivo de sensibilizar os cariocas sobre a importância da adoção de hábitos saudáveis e fortalecer as ações de prevenção à iniciação no tabagismo, faz parte do compromisso da Prefeitura do Rio de Janeiro com a Parceria por Cidades Saudáveis da Bloomberg Philanthropies, Organização Mundial de Saúde e Vital Strategies – uma rede global de cidades comprometidas com a redução de doenças crônicas não transmissíveis (DCNTs), que são responsáveis por mais de 70% das mortes no Brasil.

Este ano, a Prefeitura, por meio da SMS, renovou a sua participação nesta parceria, contando também com o apoio da organização não-governamental ACT Promoção da Saúde. O Rio de Janeiro é uma das 70 cidades participantes desta iniciativa, que contempla mais de 300 milhões de pessoas em todo o mundo.