Idosos cadastrados em programas sociais têm transporte para vacinação

Publicado em 01/02/2021 - 18:42 | Atualizado em 02/02/2021 - 11:55
Maria da Conceição Martins, 106 anos - Divulgação/Prefeitura do Rio

Em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde, a Secretaria de Envelhecimento Saudável e Qualidade de Vida, SEMESQV, iniciou nesta segunda-feira (1/2) o apoio logístico no transporte e acompanhamento de idosos cadastrados nos programas sociais que irão receber a vacina contra o novo coronavírus. Foi a vez das pessoas com 99 anos ou mais.

Maria da Conceição Martins, de 106, chegou até a Clínica da Família Maicon Siqueira, na Barra da Tijuca, com uma hora de antecedência. Segundo a nora, Diniza de Brito, ela estava muito ansiosa com a vacinação. Dona Maria tomou a primeira dose da CoronaVac, do Instituto Butantan, e contou que quando criança tinha medo de vacina. Até os 92 anos, ela participou de forma ativa da ala das baianas do Império Serrano. Após o procedimento, a equipe da secretaria retornou com a idosa até sua residência.

– Renovamos hoje a esperança com a Dona Maria. Ela não queria ir embora e recusou ajuda de uma cadeira de rodas. O trabalho da secretaria de buscar o idoso em casa e trazê-lo até a clínica mais próxima está sendo gratificante”, disse o secretário Junior da Lucinha.

Até o fim de fevereiro, o calendário vai contemplar as pessoas com mais de 80 anos. No caso de idosos acamados, a SEMESQV, junto aos profissionais das Clínicas da Família e Centros Municipais de Saúde, ficará responsável pelos procedimentos da vacinação em domicílio.

Nesta terça-feira (2/2), às 9h, a secretaria fará o traslado de uma idosa de 98 anos, moradora de Realengo, zona Oeste do Rio.