Secretaria de Meio Ambiente faz ação de retomada de clube no Recreio

Publicado em 01/02/2022 - 17:29 | Atualizado em 02/02/2022 - 14:54
Desocupação do Clube Municipal, no Recreio dos Bandeirantes - Divulgação / Prefeitura do Rio

O espaço de 7 mil metros quadrados do Clube Municipal, no Recreio dos Bandeirantes, foi retomado na manhã desta terça-feira (01/02) em operação conjunta da Prefeitura do Rio. Coordenada pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SMAC), a ação desmantelou um estacionamento e um depósito e contou com apoio das secretarias municipais de Fazenda e Ordem Pública, da Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente e da Subprefeitura da Barra, Recreio e Vargens.

A ocupação do local era provisória, desde 14 fevereiro de 2020, e a administração municipal poderia revogar a permissão a qualquer momento. Os usuários do terreno foram avisados pela Superintendência de Patrimônio Imobiliário, da Prefeitura, que deveriam deixar o local em 13 de dezembro passado, mas isso não ocorreu. A propriedade fica no número 12 da Avenida Jarbas Carvalho, dentro do Parque Natural Municipal Chico Mandes, uma unidade de conservação de proteção integral.

Até um condomínio vinha sendo anunciado no local. Num site, o “Le Marchand Condomínio Clube” é apresentado como futuro condomínio, “distribuído em metragens espaçosas e aconchegantes para você e sua família”. Não existe, no entanto, qualquer obra legalizada no lugar, e isso nem seria possível. O terreno será reflorestado.

 

– Essa ação mostra que não vamos mais tolerar esse vale-tudo em nossas áreas protegidas. O clube é de propriedade da Prefeitura e a região tem enorme riqueza ambiental. Pedimos à população que não invista seus recursos na compra de imóveis em áreas que jamais podem ser legalizadas – disse o secretário municipal de Meio Ambiente, Eduardo Cavaliere.

 

Área ocupada no Clube Municipal, no Recreio dos Bandeirantes – Divulgação / Prefeitura do Rio
  • 1 de fevereiro de 2022