Prefeitura do Rio recupera o certificado Bandeira Azul para a Prainha

Publicado em 26/09/2019 - 16:54 | Atualizado em 26/09/2019 - 18:22
Costão de acesso à Prainha

Em reunião realizada em Copenhagen, na Dinamarca, um Júri Internacional responsável por atestar a qualidade de praias, marinas e embarcações de turismo ao redor do mundo, aprovou a certificação de Praia Bandeira Azul para a Prainha, única do Rio a ostentar esse diploma.

Em ofício encaminhado à Prefeitura do Rio, a Coordenadora Nacional do Programa Bandeira Azul, Leana Bernardi, parabeniza a Secretaria Municipal de Meio Ambiente, responsável pela administração das unidades de conservação da cidade, pela concessão do certificado para 2019/2020, informando que a temporada começa em 1º de novembro. A Prefeitura do Rio terá o prazo até 15 de dezembro para hastear a Bandeira Azul na Prainha.

A certificação de Praia Bandeira Azul é concedida mediante exame de 34 critérios pela Fundação para a Educação Ambiental (FEE), avaliados em duas etapas, por um júri nacional e uma banca de especialistas internacionais.

Os critérios avaliados pela FEE para a certificação estão divididos em quatro temas: qualidade da água, gestão ambiental, segurança e educação ambiental. E todos os temas devem convergir para um ponto comum, que é a sustentabilidade. As exigências mínimas são de que a praia apresente areias e mar limpos, um programa de cuidados com o meio ambiente, controle de construção de edificações no entorno e equipamentos para garantir a acessibilidade.

A Prainha é a única praia certificada do Rio desde a temporada de 2010. Perdeu a chancela apenas no final do ano passado porque o Rio perdeu o prazo para apresentação dos registros de qualidade da água, feitos pelo Instituto Estadual do Ambiente (Inea).

A Fundação para a Educação Ambiental aprovou o certificado de Praia Bandeira Azul para 14 praias no Brasil. No Rio, além da Prainha, a Praia do Peró, em Cabo Frio, ganhou a qualificação. As outras 12, são:
Em São Paulo, a Praia do Tombo, no Guarujá;
Na Bahia, a Praia da Ponta de Nossa Senhora do Guadalupe, em Salvador, e a Praia de Guarajuba, em Camaçari;
No Ceará, a Praia da Malhada, Jijoca de Jericoacoara;
Em Santa Catarina, a Praia da Lagoa do Peri, em Florianópolis, a Praia do Estaleiro, em Balneário Camboriú, a Praia do Estaleirinho, também em Balneário Camboriú, a Praia de Piçarras, em Balneário Piçarras, a Praia de Quatro Ilhas, em Bombinhas, a Praia de Mariscal, também em Bombinhas, a Praia da Saudade (Prainha), em São Francisco do Sul, e a Praia Grande, em Governador Celso Ramos.