Dia da Árvore: Prefeitura promove plantio de mais de 700 mudas em parques naturais da cidade

Publicado em 21/09/2022 - 12:47 | Atualizado em 21/09/2022 - 13:10
Ao todo, 200 mudas foram plantadas no Parque Garota de Ipanema, no Arpoador - Prefeitura do Rio

A Secretaria do Ambiente e Clima (SMAC), por meio do programa Refloresta Rio e do Centro de Educação Ambiental, promoveu duas grandes ações coletivas de plantio em comemoração ao Dia da Árvore, nesta quarta-feira (21/9). Ao todo, 700 mudas foram plantadas no Parque Garota de Ipanema, no Arpoador, e na Floresta da Posse, em Campo Grande. Além dessas duas ações, outros plantios estão sendo realizados em 11 parques naturais da cidade ao longo da programação da Semana da Árvore. Os eventos são abertos ao público.

O Parque Garota de Ipanema foi atingido por um incêndio no dia 17 de agosto. Desde então, a SMAC começou a desenvolver um plano para o reflorestamento da área. Durante a ação desta quarta-feira, voluntários ajudaram a plantar 200 mudas, junto à equipe do Refloresta Rio, responsável pelas ações de reflorestamento da secretaria. Ao todo, 2.500 mudas serão plantadas ao longo de um mês no processo de reflorestamento da região afetada.

O vice-prefeito do Rio e secretário municipal do Ambiente e Clima, Nilton Caldeira, participou da ação e destacou a importância do envolvimento da população no processo, além do trabalho das equipes de reflorestamento e de educação ambiental.

 

– O Refloresta Rio e o Centro de Educação Ambiental da secretaria fazem um trabalho de extrema importância no Rio. E ter a população envolvida nesses processos é de muito valor. Todos saem ganhando, inclusive a cidade. A ação de hoje no Parque Garota de Ipanema, depois de ter uma área atingida por incêndio, deixa uma lição sobre os cuidados que cada um deve ter com a natureza e com o meio ambiente. Vamos aproveitar esse Dia da Árvore para apreciar nossas paisagens e, também, refletir sobre os valores ambientais.

 

O subprefeito da Zona Sul, Flávio Valle, que também participou do evento, ressaltou que a subprefeitura vai cuidar de perto do parque.

 

– É muito simbólico e importante o reflorestamento dessa área que foi atingida por um incêndio no mês passado. O Dia da Árvore é para lembrarmos o quanto é necessária a conservação da natureza, também nos espaços urbanos. O Parque Garota de Ipanema em breve será a nova casa da subprefeitura e estaremos cuidando de perto do local.

 

A ação ainda contou com um momento emocionante: Bianca Freitas Baranda, que perdeu a mãe recentemente, plantou as cinzas no parque em uma urna biodegradável junto a uma muda de ipê branco. Neyde de Freitas era admiradora da região, frequentando a Praia de Ipanema ao longo de 49 anos, e o gesto representou uma homenagem a ela.

Na ocasião, foram plantadas espécies típicas de restinga, como pitanga, ingá e aroeiras, que vão cobrir o solo e atrair novamente as aves, além de ajudar a atrair outras espécies do entorno.

Outras 500 mudas foram plantadas em nova unidade de conservação da Zona Oeste

A SMAC promoveu, ainda, outra grande ação de plantio coletivo na Floresta da Posse, Zona Oeste da cidade. Ao todo, foram plantadas 500 mudas na área de preservação ambiental, que tem perímetro de 11,95 quilômetros, o que corresponde a 240 campos de futebol. Para ajudar no plantio e promover a conscientização socioambiental, cerca de 250 alunos da Escola Municipal Alzira Araújo participaram da ação. As mudas plantadas foram de espécies nativas da Mata Atlântica, como ipê, ingá e aroeira.

A região foi estabelecida como Área de Relevante Interesse Ecológico (ARIE) em junho deste ano, sob o Decreto nº 50962, com o objetivo de proteger os ecossistemas naturais, promover o desenvolvimento de atividades de recreação em contato com a natureza e educação ambiental, aumentar o grau de proteção das áreas de reflorestamento de modo a garantir seu pleno desenvolvimento, além de contribuir para a qualidade de vida dos moradores do entorno. A Floresta da Posse abrange os bairros de Campo Grande, Santíssimo e Senador Vasconcelos.

Nos últimos meses, o parque natural recebeu um conjunto de intervenções para o uso de moradores e visitantes e conta com horta, área para piquenique, redário, borboletário, horta, trilha, mirante, além de composteiros do Aduba Rio. O projeto consiste em um sistema de compostagem que utiliza restos de folhas provenientes do manejo arbóreo da área e resíduos levados por moradores para dar origem a adubo de excelente qualidade. É o segundo parque do município a contar com o projeto, além do Parque Darke de Matos, em Paquetá.

A unidade conta, ainda, com dois quesitos inéditos. O primeiro é o uso de troncos de árvores que caíram como base para as placas de sinalização e orientação (feitas em azulejos), o que, além de ser sustentável, garante durabilidade à sinalização. O outro ponto é a construção de um mirante escavado na terra e revestido em pedra, criando uma espécie de arquibancada para que os visitantes possam contemplar o visual da cidade a 200 metros de altura, garantindo que o espaço não seja danificado em caso de incêndio.

Mesmo antes da conclusão das intervenções, apresentadas nesta quarta ao grande público, a área já estava recebendo cerca de 400 visitantes aos fins de semana.

Em 36 anos de existência, o programa Refloresta Rio já atingiu a marca de 3.600 campos de futebol em área recuperada na cidade.

  • 21 de setembro de 2022
  • Skip to content