Chegou a hora da colheita no Parque Madureira, na futura maior horta urbana do mundo

Publicado em 07/01/2022 - 07:00 | Atualizado em 06/01/2022 - 18:03
A horta do Parque Madureira - Jefferson Teófilo / Prefeitura do Rio

Cultivada ao longo do Parque Madureira Mestre Monarco, a futura maior horta urbana do mundo entrou em 2022 rendendo uma colheita de verduras em 55 canteiros que já estão prontos. Até 2024, a plantação ocupará 11 hectares (o equivalente a 15 campos de futebol oficiais), entre os bairros de Madureira e Honório Gurgel, e será cultivada por etapas, conforme a safra. Alguns alimentos poderão ser vendidos, mas o objetivo é que sejam fornecidos para 50 mil moradores de favelas do entorno, como Faz Quem Quer, Cajueiro e Palmeirinha.

Os canteiros do parque integram o programa Hortas Cariocas, da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, e recuperam uma vocação agrícola histórica de Madureira e bairros vizinhos. Há parceria da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) com a Light, já que os cultivos ficam sob torres da empresa de energia.

No programa, as hortaliças são plantadas sem uso de defensivos agrícolas, e algumas espécies como alho-poró, coentro e cebolinha funcionam como repelentes naturais, afastando pragas e possíveis doenças. O Hortas Cariocas produz por ano cerca de 80 toneladas de alimentos. Em toda a cidade, abrange 3.775 canteiros, com 24 hectares de áreas cultivadas, em 25 escolas e 25 comunidades. Cerca de 230 trabalhadores ganham bolsas para manter as produções.

  • 7 de janeiro de 2022