Prefeitura inicia reforma dos túneis Rebouças, Zuzu Angel e Acústico Rafael Mascarenhas

Publicado em 03/06/2022 - 13:43 | Atualizado em 04/06/2022 - 18:40
Obra no Túnel Rebouças vai combater os danos causados pela poluição e as infiltrações nas abóbodas - Beth Santos/Prefeitura do Rio

A Prefeitura do Rio iniciou, nesta sexta-feira (3/6), as obras estruturais e de revitalização de três importantes túneis da cidade: Rebouças, Zuzu Angel e Acústico Rafael Mascarenhas. A intervenção vai requalificar estas importantes vias de escoamento de trânsito e trazer mais conforto e segurança para aqueles que nelas trafegam. Diariamente, cerca de 220.000 veículos passam por estes três túneis.

 

– Essas obras fazem parte de um programa de recuperação dos túneis da cidade. O Túnel Noel Rosa, por exemplo, que mais parecia uma caverna, já está com outra cara. É muito tempo de abandono e agora eles vão seguir um padrão já realizado em outros túneis novos, como no Marcello Alencar. Trouxemos técnicas de modernização, melhoraremos a sinalização, o monitoramento, o piso. São túneis muito antigos – disse o prefeito Eduardo Paes, que ainda salientou o trabalho intenso de conservação feito pela Prefeitura na cidade.

 

As obras no Rebouças, via que faz a ligação entre as zonas Norte e Sul do município, irão custar R$ 57,6 milhões e vão se estender por 18 meses. Já as intervenções nos túneis Zuzu Angel e Acústico Rafael Mascarenhas, que ligam a Gávea ao bairro de São Conrado, irão durar um ano e custarão R$ 27,2 milhões. As intervenções serão feitas, sobretudo, durante a noite (22h às 5h), de domingo a quinta-feira.

O principal ponto de ação no Túnel Rebouças será o combate aos danos causados pela poluição e as infiltrações nas abóbodas, que receberão novo sistema de drenagem e impermeabilização. A Secretaria Municipal de Infraestrutura fará o revestimento das paredes laterais da galeria Rio Comprido-Cosme Velho com placas de concreto claras, revestidas com película que dificulta ações de vandalismo. O material é semelhante ao utilizado em obras de outros túneis da cidade. Constam ainda no projeto o recapeamento das pistas, além de serviços de limpeza e pintura, desobstrução das canaletas d’água e instalação de novas sinalizações de trânsito. Os túneis Zuzu Angel e Acústico receberão os mesmos cuidados.

 

– Já estamos fazendo a obra de recuperação do Túnel Noel Rosa e agora faremos um trabalho semelhante nestes três túneis. Vamos fazer uma recuperação estrutural total deles – afirmou a secretária de Infraestrutura, Jessick Trairi.

 

CET-Rio monta esquema especial de trânsito para obras

O Túnel Rebouças será interditado no sentido Lagoa, de domingo a quinta-feira, das 22h às 5h. Nesta primeira etapa, as interdições estão previstas para ocorrer até o dia 19 de dezembro. Para minimizar os impactos da intervenção e viabilizar um desvio, os veículos que estiverem no Rio Comprido em direção à Lagoa deverão seguir pela faixa reversível que será montada na galeria de sentido oposto.

Para possibilitar a manutenção de rotina nas galerias do Rebouças, no sentido oposto, nos dias 14/6, 28/6, 12/7, 26/7, 9/8, 23/8, 13/9, 27/9, 11/10, 25/10, 8/11, 22/11 e 6/12, terças-feiras, o túnel será fechado apenas no sentido Centro.

 

– O Rebouças é o principal túnel da cidade. Por isso colocamos as intervenções no horário noturno. Quando tivermos um jogo de grande porte no Maracanã, vamos atrasar um pouco o início da interdição para permitir a saída dos torcedores – explicou o presidente da CET-Rio, Joaquim Dinis.

 

Já os túneis Zuzu Angel e Acústico Rafael Mascarenhas serão interditados para a primeira etapa da obra, no sentido Gávea, de domingo a quinta-feira, das 22h às 5h, até o dia 28 de julho. O trânsito será desviado para a Avenida Niemeyer, que funcionará em mão dupla.

Para viabilizar a manutenção de rotina dos túneis Zuzu Angel e Acústico Rafael Mascarenhas, a interdição será no sentido oposto (São Conrado) nos dias 15/6, 29/6, 13/7 e 27/7, sempre às quartas-feiras, das 23h50 às 4h30. Nesses dias, a interdição no sentido Gávea estará suspensa.

Sinalização específica será instalada para orientar e alertar os motoristas, e as condições do trânsito serão monitoradas quanto a eventuais impactos.

Luz Maravilha modernizou iluminação das três galerias

A primeira fase de revitalização dos túneis Rebouças, Zuzu Angel e Acústico teve início em outubro de 2021, com a modernização da iluminação das vias por meio do programa Luz Maravilha.

No Zuzu Angel e Rafael Mascarenhas, foram instalados, ao todo, 1.300 projetores de LED. Uma característica importante do projeto é a disposição das lâmpadas, com três fileiras de luminárias na entrada, que, ao longo do túnel, se tornam uma só. A medida é desenhada para que o impacto da luminosidade, durante o dia, seja reduzido com mais eficiência, e os cerca de 73 mil motoristas que trafegam pelo complexo de túneis diariamente não sintam uma diferença brusca entre o lado de dentro e fora das galerias.

No Rebouças, o programa Luz Maravilha substituiu os antigos pontos de luz de vapor sódio por 2.704 novas luminárias de LED. Com 2.800 metros de comprimento, o túnel ficou mais iluminado.

Obras do Túnel Noel Rosa seguem o cronograma

Após ter o seu sistema de iluminação completamente modernizado com a instalação de 863 projetores LED e adoção de medidas antifurto, as duas galerias que ligam os bairros da Grande Tijuca à Zona Norte da cidade recebem serviços de revitalização desde o início de abril.

O Túnel Noel Rosa ganhou lavagem hidráulica e teve suas canaletas d’água desobstruídas. Na última semana, as equipes da Secretaria de Infraestrutura, que atuam no local, deram início à operação de revestimento das paredes com a instalação de placas cimentícias de 12 milímetros de espessura. O projeto da obra, com duração de 12 meses, ainda inclui a recuperação das juntas de dilatação das pistas e do pavimento, além de instalação de novas sinalizações de trânsito, pintura e limpeza geral.

  • 3 de junho de 2022
  • Skip to content