Município vai firmar Parceria Público Privada para modernizar o complexo hospitalar do Souza Aguiar

Publicado em 04/11/2021 - 07:28 | Atualizado
O complexo hospitalar do Souza Aguiar vai passar por uma modernização - Marcelo Piu/Prefeitura do Rio

O  modelo  de  sucesso  já  implantado em outras cidades para reformar e modernizar as estruturas físicas, a gestão e a manutenção  dos  serviços  não  assistenciais da área de saúde chegará ao Rio. As secretarias de Infraestrutura e de Saúde lançaram no último dia 20 de outubro um edital  de  Procedimento  de  Manifestação de Interesse (PMI) com o objetivo de estruturar a Parceria Público Privada (PPP) para o Complexo do Souza Aguiar, que engloba, além da unidade hospitalar, o Centro de Emergência Regional do Centro e a Maternidade Maria Amélia Buarque de Hollanda.

Todos os serviços assistenciais continuarão sendo feitos pelo poder público, como o acolhimento, a avaliação de risco, os procedimentos de urgência e emergência, assim como internações e cirurgias. Já os serviços não assistenciais que entrarão na concessão são: controle de  acesso,  hotelaria,  faturamento,  tecnologia da informação, manutenção, engenharia, almoxarifado, farmácia, nutrição, coleta de resíduos, entre outros.

O objetivo é a ampliação do acesso à população de serviços de saúde de média e alta complexidade, além da melhora na assistência hospitalar e na organização do sistema de saúde. A concessão será feita pelo prazo de 20 anos, podendo ser prorrogada pelo mesmo período. Este modelo já é sucesso nos estados de São Paulo e Bahia e, também, na cidade de Belo Horizonte.

  • 4 de novembro de 2021