Doze rios da cidade são recuperados para melhorar o escoamento das chuvas e evitar alagamentos

Publicado em 24/10/2022 - 07:30 | Atualizado em 21/10/2022 - 21:43
Muro do Rio Prata do Cabuçu sendo recuperado, em Campo Grande - Divulgação/ Fundação Rio-Águas

Doze rios da cidade estão sendo preparados para receber as próximas chuvas de verão, com intervenções nos muros laterais desses canais. São mais de 450 metros de cursos d’água em reparo pela Fundação Rio-Águas, órgão vinculado à Secretaria Municipal de Infraestrutura. O Rio Grande, que é um dos beneficiados na Zona Oeste, também é contemplado por serviços de limpeza e desassoreamento, na altura da Cidade de Deus.

Dos doze canais, nove já estão com as obras finalizadas. Os outros serão entregues até dezembro. Os trabalhos continuam nos rios dos Cachorros, em Irajá; do A, em Campo Grande; e Banca da Velha, na Freguesia. Neste último, além da canalização, será criada uma área de lazer na Rua Camatiá.

As intervenções foram concluídas nos rios Trapicheiros, no Centro; Jequiá, na Ilha do Governador; Maracanã, na Tijuca; Rio Grande, na Taquara; Tingui, em Marechal Hermes; Prata do Cabuçu, em Campo Grande; no Rio das Pedras, em Rocha Miranda; Sapopemba, em Deodoro; e no Marinho, em Realengo. Na maioria deles foi empregado o método gabião, executado em pedras cobertas por uma gaiola de metal, opção mais econômica e sustentável.

  • 24 de outubro de 2022
  • Skip to content