Prefeitura do Rio anuncia obras do Morar Carioca no Chapéu Mangueira

Publicado em 26/04/2022 - 13:43 | Atualizado em 27/04/2022 - 13:44
O morro Chapéu Mangueira vai receber obras do programa Morar Carioca - Marcos de Paula/Prefeitura do Rio

O Morar Carioca chegou ao Leme. Nesta terça-feira (26/04), o prefeito Eduardo Paes e o secretário de Habitação, Gustavo Freue, foram ao morro Chapéu Mangueira apresentar o projeto do programa para a comunidade. Com um investimento previsto de R$ 15,7 milhões, a Prefeitura vai impactar 401 domicílios com obras de requalificação urbanística e de construção de unidades habitacionais, para dar mais qualidade de vida a cerca de 1.600 moradores.

– Estamos retomando a obra, agora, para dar mais qualidade de vida às pessoas. Vamos fazer a urbanização da praça, construir dois centros comerciais e quatro blocos habitacionais, entre outras intervenções. É uma obra que tem um prazo de conclusão de dois anos – afirmou o prefeito Eduardo Paes, acompanhado pela deputada federal Benedita da Silva (PT-RJ), que foi criada no Chapéu Mangueira e recebeu uma homenagem pelo aniversário de 80 anos, celebrado nesta terça-feira.

O projeto prevê a construção de quatro blocos habitacionais com 52 unidades e dois centros comerciais, urbanização da praça Aguinaldo Bezerra, reforma da quadra coberta, a requalificação do acesso da Rua Gustavo Sampaio e a implantação de uma escadaria na ladeira Ary Barroso.

– Depois de cinco anos sem uma intervenção de grande porte, a Secretaria de Habitação retorna ao Chapéu Mangueira para complementar a urbanização da região. Vamos construir também quatro blocos de unidades habitacionais para devolver uma moradia digna aos moradores, que há anos vêm sendo atendidos com o aluguel social. Acreditamos muito na importância do programa Morar Carioca, tanto pela urbanização quanto pela entrega das unidades habitacionais – disse o secretário de Habitação, Gustavo Freue.

Em paralelo às obras, serão realizadas ações de regularização fundiária no Chapéu Mangueira e no Morro da Babilônia. A estimativa é a de que a Prefeitura do Rio entregue na região mais de dois mil títulos de propriedades, beneficiando cerca de sete mil pessoas.

  • 26 de abril de 2022