Ronda Maria da Penha prende homem por descumprimento de medida protetiva de urgência

Publicado em 04/02/2022 - 15:08 | Atualizado

Uma equipe da Ronda Maria da Penha, da Guarda Municipal do Rio (GM-Rio), atuou na prisão de um homem de 62 anos, na quarta-feira (2/2), após flagrante de descumprimento de medida protetiva de urgência. A prisão aconteceu na residência da vítima, também de 62 anos, na Praia do Flamengo, na Zona Sul do Rio, depois que ela denunciou o caso para a equipe da Ronda Maria da Penha que a assiste.

Os agentes acompanharam a mulher até o apartamento, onde encontraram o homem deitado de cueca em uma cama da casa da assistida. Ele estava ciente da medida protetiva, mesmo assim a descumpriu. O acusado não resistiu a abordagem dos agentes, foi detido e levado para a 5ª DP (Centro), onde o caso foi registrado. A prisão foi realizada com base no artigo 24 A da Lei Maria da Penha (11.340 de 2006). A mulher denunciou o homem por violência psicológica e patrimonial.

A Ronda Maria da Penha da GM-Rio atua prioritariamente na fiscalização do cumprimento das medidas protetivas e restritivas expedidas pela Justiça para defender mulheres vítimas de violência doméstica, evitando a revitimização. Contudo, durante o patrulhamento de rotina, os guardas municipais também podem intervir em situações flagrantes, atuando assim nas duas frentes de enfrentamento à violência contra a mulher.

Desde a criação do grupo especial, em março de 2021, até o momento, já foram registradas 5.123 ações de acolhimento e 837 mulheres foram assistidas. Também foram registradas 19 prisões.

  • 4 de fevereiro de 2022