Guarda Municipal realiza terceira edição da Semana da Consciência Negra

Publicado em 18/11/2022 - 15:42 | Atualizado
Palestra no auditório da GM deu início às atividades da Semana da Consciência Negra - Robert Gomes/Prefeitura do Rio

A Guarda Municipal do Rio (GM-Rio) deu início, nesta sexta-feira (18/11), à terceira edição da Semana da Consciência Negra. O evento será realizado ainda no domingo (2o/11), segunda-feira (21/11), quarta-feira (23/11) e sexta-feira (25/11) com diversas atividades para celebrar a data em homenagem a Zumbi dos Palmares e de conscientização sobre a importância da cultura africana para o Brasil, bem como de combate ao racismo, à discriminação, à exclusão e à desigualdade. Temas como assédio, intolerância religiosa, racismo e letramento racial serão debatidos durante evento que envolve toda a instituição e também a comunidade.

Dando início às atividades, nesta sexta-feira foi realizada a palestra “A Pequena África e o Circuito da Herança Africana”, no auditório da sede da GM-Rio, em São Cristóvão. Os palestrantes foram Rafaelle dos Anjos e Rafael Rodrigues, do Instituto Pretos Novos (IPN), que conta com acervo de grande valor histórico desse período da história brasileira e também realiza visitas guiadas na região do Centro do Rio onde chegavam os homens e mulheres pretos escravizados. Ainda foi realizada uma apresentação da GM Mariana Neves, que também é bailarina profissional, e fez uma coreografia para homenagear Mercedes Batista, a primeira bailarina preta do Theatro Municipal do Rio de Janeiro. O evento contou com a presença do chefe de gabinete da GM-Rio, inspetor regional José Pedro Filho; do diretor de Recursos Humanos, inspetor regional Gilson Bento; de gestores das unidades operacionais e também de um representante da Coordenadoria de Promoção da Igualdade Racial (CEPIR).

A semana ainda contará com atividades no Parque Radical de Deodoro, onde será realizada palestra para os alunos do Projeto Boa Guarda e moradores locais sobre o tema, além de apresentações de capoeira e maculelê. Já no feriado de 20 de novembro, que é o Dia da Consciência Negra, a GM-Rio vai participar da tradicional roda de capoeira em frente ao monumento à Zumbi dos Palmares, e a Banda de Música da instituição fará uma apresentação especial no Cais do Valongo, no Centro do Rio. Ao longo da semana, a GM-Rio receberá representantes da sociedade civil e guardas municipais e demais servidores especialistas e engajados nos temas debatidos.

Uma novidade desta edição será o debate sobre a Intolerância Religiosa, que será tema de um dos Grupos de Trabalho e também da última Roda de Conversa do evento, com a presença do coordenador de Diversidade Religiosa da Prefeitura do Rio, professor Márcio Dodds Righetti Mendes; do professor Ivanir dos Santos; e da delegada titular da Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância (DECRADI), dra. Débora Rodrigues. Esse será o pontapé inicial para um debate mais amplo sobre o tema na instituição, pois a partir de 2023, a Intolerância Religiosa se tornará um dos eixos do programa “GM sem Preconceito”, que visa combater e conscientizar o efetivo sobre violências que ainda são muito presentes na sociedade brasileira, para estimular ações individuais e coletivas contra atitudes preconceituosas e desumanas. Atualmente, o programa atua nos eixos de racismo, violência contra a mulher e lgbtifobia.

 

– Um dos nossos principais compromissos é oferecer à população uma Guarda Municipal preparada e eficiente. Eventos desse tipo, como a Semana da Consciência Negra, são ferramentas essenciais para alcançarmos esse objetivo. Temos que ter guardas preparados operacionalmente e também com uma formação e consciência para a valorização da vida, proteção dos direitos humanos e solidariedade. Já estamos na nossa terceira edição da Semana da Consciência Negra e esse evento já faz parte do nosso calendário oficial de atividades – destacou o comandante da GM-Rio, inspetor geral José Ricardo Soares.

 

Confira o roteiro completo da Semana da Consciência Negra da GM-Rio

1º Dia – 18/11 (sexta-feira)
– Palestra “A Pequena África e o Circuito da Herança Africana” no auditório da GM-Rio – 9h
Palestrantes: Rafaelle dos Anjos e Rafael Rodrigues do Instituto Pretos Novos (IPan); Leandro Santana do Museu da História e da Cultura Afro-Brasileira (MUHCAB) e GM Karla Osana do programa “GM sem Preconceito”

– Apresentação de dança e capoeira no pátio do Batalhão da Guarda (BG)– 11h30
A apresentação de dança será feita por uma guarda, que também é bailarina clássica, e vai interpretar a primeira bailarina negra do Theatro Municipaldo Rio, Mercedes Batista

2º Dia – 20/11 (domingo)
– Apresentação do Grupo de Capoeira da GM-Rio no Monumento a Zumbi do Palmares, na Presidente Vargas – 6h

-Apresentação da Banda de Música da GM-Rio no Cais do Valongo – 10h

3º Dia – 21/11 (segunda-feira)
Palestra “Racismo Estrutural e Letramento Racial” no auditório da GM-Rio – 9h
Palestrantes: Defensora Pública e ganhadora do prêmio Innovare, Dra. Carla Beatriz; Líder Operacional Glória Maria Bastos, comandante da Ronda Maria da Penha; e GM Nádia Marinho, também da Ronda Maria da Penha
GM Carlos Madureira como mediador

Apresentação de dança do grupo de ballet do GM Nildo Muniz no pátio do BG – 14h

Grupo de Trabalho sobre Assédio no Relacionamento Institucional em sala de aula – 15h
Participantes: Dr. Fábio Pinto dos Santos; Dr. Nivalde (CIR-OAB), assessora Alessandra Nzinga, da Secretaria Especial de Políticas para a Mulher; e Líder Operacional Nascimento

GT Intolerância Religiosa em sala de aula – 15h
Participantes: Inspetor Genésio Gregório , comandante da UOP-Catete; e Líder Operacional Luiz Henrique de Oliveira, comandante da 1 SRT

4º Dia – 23/11 (quarta-feira)
Palestra Consciência Negra no Parque Radical de Deodoro para os integrantes do projeto Boa Guarda – 9h
Palestra será ministrada pelo GM Lourival, instrutor da Academia de Ensino da GM-Rio
Evento contará também com apresentação de capoeira, maculelê e a presença da Banda da GM-Rio

Banda na Praça na Cinelândia com a presença do GM Madureira como orador, falando sobre a Semana da Consciência Negra – 15h

5º Dia – 25/11 (sexta-feira)
Roda de Conversa sobre Intolerância Religiosa na Atuação Institucional no auditório, 9h
Participantes: Coordenador de Diversidade Religiosa da Prefeitura, Professor Márcio Dodds Righetti Mendes; Professor Ivanir dos Santos; Delegada Debora Ferreira Rodrigues (titular da DECRADI). Líder Operacional Luiz Henrique de Oliveira como mediador

  • 18 de novembro de 2022
  • Skip to content