Guarda Municipal atuará com 487 agentes na decisão da Copa América, neste domingo

Publicado em 05/07/2019 - 16:42 | Atualizado
Agentes da Guarda Municipal no Maracanã. Foto: divulgaçãoAgentes da Guarda Municipal no Maracanã. Foto: divulgação

A Guarda Municipal do Rio de Janeiro montou esquema especial com 487 guardas e 60 veículos para o patrulhamento, ordenamento urbano e controle do trânsito em apoio ao jogo final da Copa América Brasil 2019, que acontece às 17h deste domingo, dia 7, no estádio do Maracanã, na Zona Norte da cidade. O planejamento operacional contempla o estádio e o evento oficial Fan Fest, na Praça Mauá, no Centro. Há ainda apoio aos Centros de Treinamento da Conmebol e aos hotéis, onde atletas, árbitros e comitivas estão hospedados, além de serviço de escolta feito por  guardas motociclistas.

– Já empregamos mais de quatro mil agentes do nosso efetivo desde o primeiro dia do campeonato. O esquema envolve diversas unidades operacionais em ações especiais no trânsito, patrulhamento com cães e com motos, entre outras missões que dão o suporte para esse grande evento. E trabalhamos sempre de forma integrada com todos os órgãos – disse a inspetora geral Tatiana Mendes, comandante da Guarda Municipal do Rio.

O evento Fan Fest, na Praça Mauá, contará com 152 guardas municipais (sendo 24 no trânsito) atuando em pontos estratégicos para cobrir toda a região do Porto Maravilha, incluindo Aquario, Praça Mauá, Orla Conde, Boulevard Olímpico e as principais vias de acesso, como as avenidas Venezuela, Rio Branco, Barão de Tefé e Binário do Porto. As ações ainda terão o reforço de 16 viaturas e oito cães.

No Maracanã, 335 guardas municipais (sendo 75 no trânsito) atuarão em diversas ações com foco no patrulhamento em geral, ordenamento urbano e controle e a fiscalização do trânsito no entorno e nos acessos ao estádio, cobrindo o percurso dos espectadores para promover mais segurança. A operação também conta com apoio de 30 carros entre motos e carros, além de oito cães.

Entre os pontos de atuação, estão as passarelas da UERJ e das estações do Metrô de São Cristóvão e Supervia, Museu do Índio, Cefet, Metrô São Francisco Xavier, Centro de Estudos e Pesquisa do Exército; as avenidas Maracanã, Professor Manuel de Abreu, Radial Oeste e ruas Professor Eurico Rabelo, São Francisco Xavier.

  • 5 de julho de 2019