Prefeitura do Rio realiza segunda reunião do Conselho da Cidade

Publicado em 25/06/2021 - 14:20 | Atualizado em 26/06/2021 - 13:55
Conselheiros discutem metas para os próximos quatro anos - Fábio Motta/Prefeitura

A Prefeitura do Rio realizou, na manhã desta sexta-feira (25/06), a segunda reunião do ano do Conselho da Cidade para construir o Plano Estratégico, com metas e prioridades da cidade até 2024. O encontro, realizado no Palácio da Cidade, em Botafogo, foi aberto pelo prefeito Eduardo Paes e pelo secretário municipal de Fazenda e Planejamento, Pedro Paulo, e debateu as sugestões recebidas da população por meio de enquete na plataforma “Participa.Rio/Retomada”. Ao todo, 237 conselheiros participaram: 67 presencialmente e outros 170 de forma remota.

Mais de 20 mil moradores da cidade elencaram o que consideraram ser mais urgente e importante para o município. O processo colaborativo contou também com a participação de mais de 13 mil crianças e adolescentes de escolas públicas.

Em seu pronunciamento, o prefeito anunciou que o Rio atingiu o equilíbrio fiscal e que os dados da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Inovação e Simplificação já indicaram uma alta do Produto Interno Bruto (PIB) municipal, que pode chegar a 5%.

– Hoje, podemos dizer que pagamos todas as nossas despesas. Vamos produzir superávit neste ano, independentemente de recursos extraordinários que venham. E vamos garantir esse superávit nos quatro anos seguintes, tentando assegurar um nível de investimento por parte do município parecido com aquele que tivemos no nosso primeiro mandato. Na ocasião, o Rio foi o ente da federação que mais investiu – declarou Paes para, em seguida, exaltar a aprovação do Projeto Reviver Centro, que busca revitalizar a área central da cidade, pela Câmara dos Vereadores e o avanço da vacinação contra a Covid-19 no Rio.

 

Prefeito anunciou que o Rio atingiu o equilíbrio fiscal – Beth Santos/Prefeitura

 

O Conselho da Cidade é um espaço de reflexão sobre desafios do município e reúne personalidades cariocas que contribuem com sua expertise pessoal e profissional para a elaboração do planejamento estratégico, assim como para sua execução nos próximos quatro anos. Essas frentes de debate ocorrem em torno de seis grandes eixos transversais: Cooperação e Paz; Igualdade e Equidade; Longevidade, bem-estar e território conectado; Desenvolvimento Econômico, Competitividade e Inovação; Mudanças Climáticas; e Resiliência e Governança.

– O grau de interação (dos conselheiros) foi incrível. Quero agradecer a todos. Temos muito trabalho pela frente nessas duas semanas, que são decisivas. Vamos nos debruçar. Temos um prazo legal para entregar o Planejamento Estratégico, que não pode ser inatingível. Ele precisa ser muito executável, com pé na realidade – afirmou o secretário municipal de Fazenda e Planejamento, Pedro Paulo.

 

Secretário Pedro Paulo pediu que o Planejamento Estratégico seja executável – Fábio Motta/Prefeitura

 

Entre os integrantes do conselho estão Rodrigo Pimentel, escritor do livro A Elite da Tropa; a atriz Suzana Pires; o médico Gilberto Ururahy; Fabio Szwarcwald, diretor executivo do MAM; o medalhista olímpico Lars Grael; a presidente do Instituto Marielle Franco, Anielle Franco; a médica e a pesquisadora Margareth Dalcolmo.

Criado em 2012 com o propósito de revisar e acompanhar o desenvolvimento e implantação do Plano Estratégico 2013-2016, o conselho foi inicialmente composto por 150 cidadãos cariocas, por naturalidade ou opção, com alguma atuação de destaque no município. Para o desenvolvimento da Visão Rio 500, em 2013, o Conselho da Cidade foi expandido para aproximadamente 300 integrantes.

  • 25 de junho de 2021