Prefeitura aposta em parceria europeia para ampliar iniciativas sustentáveis e de economia circular

Publicado em 22/11/2022 - 18:56 | Atualizado
  • Início/
  • /
  • Prefeitura aposta em parceria europeia para ampliar iniciativas sustentáveis e de economia circular
A Prefeitura participou na segunda e terça-feira de agenda internacional com a União Europeia - Divulgação

A Prefeitura do Rio participou na segunda e terça-feira (21 e 22/11) de uma agenda internacional com a União Europeia, quando foi anunciada a criação do Comitê Plástico Circular Rio e apresentado um conjunto de soluções sustentáveis para a cadeia circular do plástico, com algumas propostas que já poderão ter desdobramentos no próximo verão.

A convite do Programa Plásticos Circulares das Américas (CPAP), da União Europeia, e apoio do município, uma delegação formada por representantes europeus de organizações públicas e privadas trouxe ao Rio modelos de ações e projetos sustentáveis que já funcionam em diferentes cidades da Dinamarca, Suíça, Suécia, França, Espanha e Portugal. A troca de experiências ocorreu durante o evento Oportunidades para uma Economia Circular de Plásticos no Brasil: Experiências e Soluções Europeias, no Centro de Convenções Bolsa do Rio, na segunda-feira (21/11).

 

– É uma ótima oportunidade para trocarmos conhecimento e aprendermos com esses agentes da União Europeia que nos trazem propostas alinhadas com os compromissos e as metas que a Prefeitura assumiu no Plano de Desenvolvimento Sustentável e Ação Climática (PDS) e no Plano Estratégico 2021-2024 – observou o subsecretário de Fazenda e Planejamento, Jean Caris, durante a abertura do evento.

 

Nesta terça-feira, (22/11) foi a vez de um workshop para a apresentação de soluções de economia circular, com a participação de representantes de secretarias municipais, Comlurb, institutos de pesquisas, organizações do setor e iniciativa privada.

 

– Estamos com entidades europeias de diferentes elos da cadeia de valor do plástico para conhecermos o que há em termos quantitativos, quais são as iniciativas que já estão sendo desenvolvidas na cidade do Rio de Janeiro para fomentarmos a colaboração, integrando todos os parceiros possíveis. Só assim, com todos juntos, é que vamos conseguir avançar nesta agenda tão importante para a cidade – afirmou a pesquisadora portuguesa Luísa Magalhães.

 

A coordenadora do Programa Plásticos Circulares nas Américas (CPAP), Tathiana Colturato, falou sobre a importância da agenda para a cidade e destacou a parceria com o município.

 

– A criação do Comitê Plástico Circular Rio é um marco na relação da União Europeia com o Rio porque possibilita essa articulação intersetorial para nós construirmos as ações do próximo ano. O CPAP tem o objetivo de apoiar soluções concretas, engajando atores do setor público e privado para validarmos inciativas que sejam replicáveis em maior escala.

 

Comitê Plásticos Circulares Rio

O comitê é formado pelas secretarias de Fazenda e Planejamento, Meio Ambiente, Ação Comunitária e a Comlurb.  A iniciativa, resultado de uma parceria de cooperação internacional entre o governo municipal e a União Europeia, integra políticas econômicas, sociais e urbano-ambientais para a gestão de resíduos plásticos no município. Com a criação do novo comitê municipal, a Prefeitura dará mais um passo no avanço da agenda de sustentabilidade da cidade. A meta é desenvolver ações de orientação e suporte para a produção e o consumo sustentáveis de diferentes tipos de plástico.

Programa Plásticos Circulares nas Américas

 O Programa Plásticos Circulares nas Américas (CPAP) está conduzindo o Processo de Inovação para a Circularidade do Plástico, que busca identificar as ações necessárias para a promoção da circularidade na cadeia de valor do plástico e engajar diferentes atores do cenário nacional para a implementação de iniciativas concretas a serem apoiadas pelo programa e, também, por parceiros europeus.

  • 22 de novembro de 2022
  • Skip to content