Prefeitura do Rio capacita mais de 200 mulheres para área da construção civil

Publicado em 10/03/2022 - 13:57 | Atualizado em 12/03/2022 - 20:48
As alunas agora estão aptas a trabalhar na área da construção civil - Alexandre Macieira/Prefeitura do Rio

A Prefeitura do Rio, por meio da Secretaria de Políticas e Promoção da Mulher, formou, nesta quinta-feira (10/3), 234 alunas do curso Elas na Indústria. Com a formatura, as alunas estão aptas a trabalhar na área da construção civil.

De acordo com a secretária de Políticas e Promoção da Mulher, Joyce Trindade, colocar a mulher trabalhando onde ela quiser é um dever da gestão pública.

– Estamos trabalhando para empregar e capacitar 370 mil mulheres na cidade do Rio até 2024. Mas não só dar trabalho como também dar chance de essas mulheres ocuparem os cargos que quiserem.

 

Para a diretora plena da Firjan, Carla Christina Fernandes Pinheiro, foi um orgulho para a instituição participar do projeto.

– Eu que sou uma mulher da indústria só posso falar do quanto estou feliz em ver tantas mulheres aqui formadas para trabalhar na minha área. A Secretaria da Mulher está fazendo história hoje.

O projeto teve duração de três meses e contou com um auxílio passagem para que as mulheres pudessem ir às aulas presenciais no valor de duas viagens (R$ 8,10) para cada dia de curso. Ao todo, a Prefeitura do Rio disponibilizou R$ 29.503,10 para a locomoção das 394 alunas entre suas residências e as unidades da Firjan Senai.

A diretora executiva do Museu do Amanhã, Maria Garibaldi, falou sobre a alegria de receber um evento com foco nas mulheres durante o mês de março e convidou todas as formandas a visitar o museu gratuitamente.

No Elas na Indústria, as mulheres puderam aprender como trabalhar como eletricista de obras, assistente de controle de qualidade,  assistente de operações em logística, almoxarife, pedreira de alvenaria de vedação,  desenhista de projetos elétricos industriais, designer gráfico de embalagens, soldadora eletrodo revestido 6G, instaladora de refrigeração e climatização doméstica, instaladora de sistemas fotovoltaicos, eletricista de automóveis, operadora de sistemas computacionais em rede, editora de vídeo, soldadora de aço carbono eletro revestido 4G, auxiliar de operações logísticas, pintora de obras, assistente administrativo.

Cerca de 120 alunas ainda estão em aulas e devem se formar no próximo mês. Cristiane Vieira, de 47 anos, é uma das alunas que está buscando o primeiro emprego, após um divórcio.

– Eu estava em depressão e no curso eu vi que tinha uma oportunidade de mudar a minha vida. Na segunda, eu começo o curso avançado de soldadora e estou muito confiante em encontrar meu emprego.

Ao final, o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Inovação e Simplificação, Chicão Bulhões, abordou as novas oportunidades que a Prefeitura do Rio está trazendo para todos os cariocas.

  • 10 de março de 2022