Vila Olímpica com atendimento exclusivo para pessoas com deficiência é reaberta no Centro do Rio

Publicado em 14/12/2021 - 07:00 | Atualizado em 14/12/2021 - 15:26
Atendimento na Vila Olímpica - Fábio Motta - Prefeitura do Rio

Fechada desde outubro de 2020, a Vila Olímpica do Centro Integrado de Assistência à Pessoa com Deficiência Mestre Candeia foi reaberta pela Prefeitura nesta segunda-feira (13/12) e, a partir de terça-feira (21/12), estará com inscrições para atividades. O equipamento, administrado pela Secretaria Municipal de Esportes (SMEL), funciona no Centro do Rio, no prédio onde fica a Secretaria Municipal da Pessoa com Deficiência. O local passou por ampla reforma e será mais um com atendimento para PCDs na cidade. A expectativa é que até mil pessoas por mês sejam beneficiadas no espaço.

Para a inscrição é necessário documento de identidade do responsável, além de comprovante de residência. Ao todo, serão mais de 80 turmas semanais. A grade será organizada de acordo com a demanda, e o começo das atividades depende da formação das turmas.

Atualmente, 17 Vilas Olímpicas têm atividades para pessoas com deficiências, com cerca de 700 atendimentos por mês. Em seu retorno, o Centro Integrado Mestre Candeia terá 14 professores, dois fisioterapeutas, pedagoga, assistente social e psicóloga.

Todas as vilas olímpicas municipais são adaptadas para receber pessoas com deficiência, mas o centro integrado é exclusivo para esse atendimento, possibilitando uma maior inclusão desse público em práticas esportivas.

  • 14 de dezembro de 2021
  • Skip to content