Samba Pass começa nova etapa na Vila Olímpica da Gamboa com novidade no projeto

Publicado em 16/05/2022 - 12:51 | Atualizado
Samba Pass agora inclui os passistas no programa - Divulgação

O Samba Pass iniciou uma nova fase na Vila Olímpica da Gamboa, na Zona Portuária do Rio, visando o preparo físico e artístico dos sambistas de alto rendimento das agremiações cariocas para o Carnaval 2023. O projeto, que iniciou em março, foi elaborado pela Fundação João Goulart em parceria com a Secretaria Municipal de Esportes e faz parte do Carnaval de Dados.

A grande novidade é que passistas passam a ser contemplados pelo programa, que antes era voltado apenas para mestres-salas, porta-bandeiras e integrantes da comissão de frente. O grupo vai poder praticar pilates, treinamento funcional, hidroginástica, dança e exercício específico por segmento.

 

​- A primeira etapa foi um sucesso. Vamos dar continuidade e expandir o Samba Pass para que os profissionais possam estar ainda melhores no próximo Carnaval – afirmou o secretário de Esportes, Francisco Bandeira.

 

A expectativa é a de que mais 100 pessoas sejam atendidas com a novidade, totalizando 200 participantes. As inscrições estão sendo realizadas presencialmente na Vila Olímpica da Gamboa, nos dias de aula: terças e quintas (10h às 12h e 18h às 20h), quartas e sextas (17h às 20h) e sábados (8h às 12h). É necessário apresentar documento de identidade e preencher um formulário fornecido no local.

O projeto é coordenado pelos professores de Educação Física e profissionais do samba Matheus Olivério, mestre-sala da Estação Primeira de Mangueira, e Julio Cesar Nascimento, conhecido como Julinho Nascimento, mestre-sala da Unidos do Viradouro. Crias do samba, eles comemoram o sucesso da primeira etapa e falam sobre o retorno, que ocorreu no sábado (14/5), com um aulão de Circuito Samba Fun Fit, embalado pela bateria da Escola de Samba Vizinha Faladeira.

 

– Foi maravilhoso ver a galera do samba tendo esse suporte no Carnaval deste ano. Não só os que fazem parte do Grupo Especial, mas principalmente os das outras séries. Já temos muitos alunos fiéis, que estavam ansiosos por este retorno. O Carnaval de 2023 é logo ali – disse Matheus Olivério.

 

Julinho Nascimento também comemorou a continuidade do projeto.

 

– Muitos sambistas não tinham a oportunidade de se preparar para o Carnaval e nos relataram que melhoraram muito a performance após as aulas. Tenho certeza que, para o próximo ano, vai ser ainda melhor, começando desde já a preparação.

  • 16 de maio de 2022