Prefeitura anuncia o retorno do Time Rio. Projeto vai beneficiar 60 atletas

Publicado em 24/03/2022 - 18:18 | Atualizado em 24/03/2022 - 19:15
Atletas olímpicos e paralímpicos assistiram ao anúncio do retorno do Time Rio - Luis Magão

A Prefeitura do Rio, por meio da Secretaria Municipal de Esportes, anunciou, nesta quinta-feira (24/3), no Palácio da Cidade, o retorno do projeto Time Rio. A parceria com o Comitê Olímpico do Brasil (COB) e Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) vai beneficiar 60 atletas, divididos igualmente entre homens e mulheres, com orçamento de R$ 4,32 milhões em 2022. A iniciativa busca apoiar atletas de alto rendimento do Rio de Janeiro em preparação para os Jogos Pan-Americanos e Parapan-Americanos de Santiago, em 2023, e para os Jogos Olímpicos e Paralímpicos Paris 2024.

 

– O prefeito Eduardo Paes é um entusiasta desse projeto. Nós acreditamos que o esporte é transformador e estamos recuperando o protagonismo esportivo da nossa cidade. O Time Rio foi reformatado, vamos oferecer uma bolsa de quase R$ 8 mil para cada atleta a partir de critérios técnicos estabelecidos pelos dois comitês. Isso nos dá tranquilidade de ter profissionais capacitados fazendo a escolha dos atletas e acompanhando o rendimento de cada um dos selecionados – disse o secretário de Fazenda e Planejamento, Pedro Paulo, representando o prefeito Eduardo Paes na cerimônia de assinatura do convênio com os dois comitês.

 

O Time Rio Olímpico foi criado em fevereiro de 2010, durante a primeira gestão de Eduardo Paes na Prefeitura, e o Time Rio Paralímpico em janeiro de 2012. No entanto, ambos foram extintos em 2016.

 

– No primeiro dia em que falei com o prefeito sobre o Time Rio, ele falou para voltarmos com esse projeto. Fizemos reuniões com os Comitês Olímpico e Paralímpico para estarmos aqui, no dia de hoje, anunciando a retomada do Time Rio. Desejo muita sorte aos atletas que integrarão este projeto e que este auxílio possa ser de fundamental relevância para que os atletas conquistem muito mais medalhas – declarou o secretário municipal de Esportes, Guilherme Schleder.

 

Para integrar o Time Rio os atletas precisam atender a critérios gerais, como terem nascido ou residido no Rio por quatro anos nos últimos 10 anos; não estarem sendo beneficiados em outro programa de apoio público municipal ou estadual (não existe impedimento para recebimento de bolsas de programa de apoio federal ou para o recebimento de recursos das Loterias) e treinar no mínimo seis meses, não consecutivos, em instalações esportivas na cidade do Rio de Janeiro a cada ano. Há ainda critérios específicos determinados pelos dois comitês.

Para o COB e CPB, todos devem competir em provas já confirmadas no Programa dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Paris 2024 e serão selecionados por meio de resultados obtidos nessas provas. E deverão ter potencial de classificação para os Jogos Olímpicos e Paralímpicos Paris 2024, atestado por Entidade Nacional de Prática Desportiva (ENAD).

 

– Quando os atletas voltaram dos Jogos Olímpicos de Tóquio, foi assumido um compromisso de retomada do Time Rio, um programa que traz tranquilidade aos atletas para se dedicarem exclusivamente ao seu treinamento e desenvolvimento para busca de resultado em Jogos Olímpicos e Pan-Americanos. Esse convênio nos faz acreditar ainda mais num grande desempenho em Santiago 2023 e Paris 2024 – afirmou o campeão olímpico e diretor-geral do COB, Rogério Sampaio.

 

– É uma alegria fantástica estar aqui podendo falar desse mega projeto. Os atletas merecem, tenho certeza absoluta que eles vão trazer muitas medalhas. O investimento que está sendo feito é muito grande, mas os frutos que serão colhidos são inimagináveis – disse o vice-presidente do CPB, Yohansson Nascimento.

 

A Prefeitura e os comitês vão analisar os atletas que preenchem os pré-requisitos e anunciarão, em breve, quem integrará o Time Rio. Em dezembro de cada ano (2022 e 2023), a Prefeitura vai realizar procedimentos de avaliação dos atletas beneficiados pelo programa.

Medalhista nos Jogos de Tóquio, a ginasta Rebeca Andrade acompanhou o anúncio – Carol Mendes

 

O evento no Palácio da Cidade também contou com a presença da secretária municipal da Pessoa com Deficiência, Helena Werneck; do membro do Comitê Olímpico Internacional (COI), Bernard Rajzman, além de diversos atletas como a ginasta Rebeca Andrade, ouro e prata nos Jogos Tóquio 2020, e também no Mundial do Japão de 2021, e Wallace Santos, recordista mundial e ouro na categoria F55 de arremesso de peso nos Jogos Paralímpicos Tóquio 2020.

 

– Eu fiz parte do Time Rio entre 2012 e 2016 e ganhei uma tranquilidade muito grande para treinar e competir. E os atletas precisam dessa tranquilidade para desempenhar sua profissão – frisou o ex-nadador paralímpico Clodoaldo Silva.

  • 24 de março de 2022