Colônia de férias das Vilas Olímpicas segue protocolo de higienização e reúne quase 4 mil pessoas

Publicado em 28/01/2021 - 07:21 | Atualizado em 28/01/2021 - 13:22
  • Início/
  • /
  • Colônia de férias das Vilas Olímpicas segue protocolo de higienização e reúne quase 4 mil pessoas
Para evitar aglomerações, as turmas foram divididas por idades e horários - Divulgação/Prefeitura do Rio

Muita criatividade e atenção redobrada com a higienização. Foi seguindo esses parâmetros que transcorreu a tradicional Colônia de Férias nas Vilas Olímpicas da Secretaria Municipal de Esportes (SMEL), que começou no último dia 12 e termina na sexta-feira (29/01).

Por conta da pandemia da Covid-19, o desafio este ano foi atender a um número menor de pessoas para evitar a propagação da doença. Ainda assim, pelo menos 3.600 participantes, entre crianças, adolescentes, adultos e pessoas com deficiência, curtiram as atividades oferecidas em 20 unidades da secretaria.

Para evitar aglomerações, as vilas dividiram as turmas por idades e horários, sendo que algumas optaram por turno único. Dessa forma, as ações ocorreram em sistema de rodízio. Os protocolos de segurança, como o uso de máscara e do álcool em gel, também foram seguidos. Uma parceria com a Secretaria Municipal de Educação ainda possibilitou a distribuição de garrafas de água.

– Fui para a colônia todos os dias. Era bom porque sempre aconteciam  brincadeiras diferentes – disse Pedro Henrique, de 11 anos, que esteve na Vila Olímpica Mané Garrincha, no Caju.

Ao longo de duas semanas, as colônias proporcionaram segurança e muita diversão. Os professores trabalharam atividades lúdicas, recreativas e esportivas. Também foram oferecidas oficinas de jogos, teatro e palestras sobre meio ambiente.

– Tivemos um ano de 2020 muito difícil, mas mesmo assim pudemos manter esse importante projeto de integração da Secretaria, que são as colônias de férias. Essas atividades, que geralmente ocorrem em áreas conflagradas, muitas vezes são as únicas formas de lazer desses moradores – disse o secretário Guilherme Schleder.

O subsecretário de Esporte, Lazer e Vida, Gustavo Freue, também comemorou o fato de a Secretaria Municipal de Esportes ter conseguido realizar a colônia de férias.

– Há um grande desafio neste início de ano, que é recuperar o atraso das atividades escolares. Por isso, é uma grande felicidade poder ofertar às crianças dessas comunidades a oportunidade de ter um lazer. Acreditamos que a colônia de férias é uma porta de entrada para a recuperação não só da educação como também do esporte. Esperando, claro, que este ano seja melhor do que o ano passado – frisou.

 

Os professores trabalharam atividades lúdicas, recreativas e esportivas – Divulgação/Prefeitura do Rio
  • 28 de janeiro de 2021