Secretaria Municipal de Educação lança Projeto Rio Sangue Bom

Publicado em 21/03/2022 - 19:25 | Atualizado
Doação no Projeto Rio Sangue Bom - Daniel Carneiro / Prefeitura do Rio

O projeto Rio Sangue Bom foi lançado nesta segunda-feira (21/03) pela Secretaria Municipal de Educação para conscientizar o carioca sobre a importância de ser um doador de sangue. A cada mês, a ação acontecerá em uma Coordenadoria Regional de Educação.

Até o fim deste mês, as unidades escolares da 1ª, 7ª e 11ª Coordenadorias Regionais de Educação serão contempladas. O projeto oferece palestras educativas para os responsáveis dos alunos sobre a importância do gesto solidário de doar sangue e ajudar a salvar vidas. Para participar é necessário fazer o cadastro na secretaria da unidade escolar.

O Serum Banco de Sangue, que atende mais de 100 unidades hospitalares no Rio de Janeiro, é o responsável pela coleta de sangue. Com dois polos, Barra da Tijuca e Centro, o Serum faz a pré-triagem dos inscritos e a marcação das datas para doação, além de fornecer o transporte da unidade escolar até o polo de coleta.

 

– O ato de doar sangue é voluntário e de amor ao próximo, ajuda a salvar vidas. É muito importante ter a comunidade escolar envolvida. Temos 1.543 unidades e esperamos ter muitos voluntários para essa ação, por isso, seguimos até o final do ano com o nosso projeto – explica o Secretário Municipal de Educação, Renan Ferreirinha.

 

O volume coletado é de aproximadamente 450 ml (padrão internacional), o que representa uma fração muito pequena do total de sangue de um adulto. Para doar sangue é preciso ter idade entre 16 – acompanhando do responsável- e 60 anos, estar em boas condições de saúde e ter peso mínimo de 50 Kg. Não podem doar sangue diabéticos que façam uso de insulina, pessoas que tiveram doença de chagas ou Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST).

  • 21 de março de 2022