Prefeitura lança programa para revitalizar todos os CIEPs na cidade do Rio de Janeiro

Publicado em 18/03/2022 - 13:13 | Atualizado em 28/03/2022 - 13:47
O CIEP Presidente Tancredo Neves, no Catete, será o primeiro contemplado no programa - Beth Santos/Prefeitura do Rio

No ano em que se comemora o centenário de Darcy Ribeiro e Leonel Brizola, dois nomes que deixaram um legado para a Educação, a Prefeitura do Rio vai presentear os cariocas com a revitalização de um dos maiores bens públicos da cidade: os CIEPs. Na manhã desta sexta-feira (18/3), o prefeito Eduardo Paes, acompanhado do secretário de Educação, Renan Ferreirinha, e do presidente da Rio-Urbe, Rafael Salgueiro, lançou o Programa de Revitalização dos CIEPs, durante evento no CIEP Presidente Tancredo Neves. A unidade no bairro do Catete foi a primeira entregue na década de 1980 e também será a primeira contemplada no programa.

 

– O Brizola faria 100 anos em 2022 e sempre acreditou na Educação. Ele pegou um grande educador, o Darcy Ribeiro, e criou os CIEPs. A mudança está na Educação e o CIEP é a materialização desse sonho de mudança. Essa cerimônia é a largada para dar melhores condições ao que já está funcionando – afirmou o prefeito do Rio.

 

O programa irá oferecer melhorias significativas aos 101 CIEPs da rede municipal de educação, que atendem a mais de 67.700 alunos. Serão investidos mais de R$ 50 milhões em reformas, com o objetivo de recuperar coberturas, calhas, revisão das instalações elétricas e pintura da fachada. Tudo para deixar as unidades cada vez mais confortáveis para seus alunos.  O plano de revitalização será concluído até 2024.

A Rio-Urbe fará a licitação para as obras. A grandeza do projeto original dos CIEPs também está em sua arquitetura, projetada pelo mestre Oscar Niemeyer. Dessa maneira, as reformas exigem o máximo de cuidado na sua realização.

 

– Essas obras são necessárias. A recuperação elétrica e as pinturas de fachada, por exemplo, já dão novos ares aos CIEPs que precisam ser preservados e valorizados – disse Rafael Salgueiro, presidente da Rio-Urbe.

 

O prefeito Eduardo Paes participou do evento de lançamento do programa – Beth Santos/Prefeitura do Rio

 

Os Centros Integrados de Educação Pública (CIEPs), criados por Darcy Ribeiro no governo de Leonel Brizola, são considerados até hoje um dos projetos educacionais mais importantes do país, inserindo a demanda pela oferta de ensino integral na agenda política educacional nacional. Inaugurados na década de 1980, os CIEPs foram desenvolvidos para ampliar o olhar do atendimento nas escolas, indo além do cognitivo, e atuando também na parte socioemocional e demandas sociais, focados principalmente em atender crianças em situação de maior vulnerabilidade.

O modelo de ensino integral faz parte do planejamento estratégico da Secretaria Municipal de Educação, que tem a meta de oferecer o ensino integral para 50% da rede até 2024. A valorização e os investimentos na manutenção das unidades dos CIEPs é uma inspiração para a rede de ensino como um todo.

 

– As sementes dos CIEPs foram plantadas há mais de 40 anos, mas colhemos os frutos até hoje. Olhar a criança em todas as suas dimensões não é uma ação restrita só aos CIEPs, mas à nossa proposta de atuação em rede como um todo. A ampliação do ensino integral vem acontecendo na cidade e é uma das principais metas do nosso planejamento estratégico. Queremos chegar a 50% da nossa rede com oferta de ensino integral até 2024 – declarou o secretário de Educação, Renan Ferreirinha.

  • 18 de março de 2022