Prefeitura do Rio premia desenhos inspirados na obra de Tom Jobim e também vai ensinar a produzir origamis na Sala de Leitura Virtual da SME

Publicado em 28/09/2020 - 15:23 | Atualizado em 28/09/2020 - 19:02
  • Início/
  • /
  • Prefeitura do Rio premia desenhos inspirados na obra de Tom Jobim e também vai ensinar a produzir origamis na Sala de Leitura Virtual da SME
Canal pedagógico oferece, nesta semana, vídeo de conscientização do Setembro Amarelo Foto Divulgação

A Prefeitura do Rio, por meio da Secretaria Municipal de Educação, divulga nesta terça-feira, 29/9, o resultado do concurso de desenho Tom nas Escolas, realizado entre os alunos da Escola Municipal Medalhista Mayra Aguiar da Silva, em Campo Grande. A ação, organizada pela professora Helena Horvat, da sala de leitura da unidade, será um dos destaques do canal Sala de Leitura Virtual da SME, que encerra este mês com mais dois conteúdos inéditos: uma campanha em prol da prevenção ao suicídio focada no Setembro Amarelo e uma aula virtual de produção de origamis, secular arte japonesa. Os conteúdos da Sala de Leitura são organizados pela equipe da Gerência de Leitura da SME que, toda semana, publica vídeos para que os estudantes das escolas municipais continuem se informando e aprendendo mais, mesmo durante a quarentena.

O concurso de desenhos Tom nas Escolas segue o projeto mesmo nome que tem levado aos estudantes da Rede Municipal de Ensino, desde agosto, uma experiência imersiva na vida e obra do gênio Tom Jobim. Além de trabalhar as canções nos conteúdos pedagógicos disponíveis on-line e entre os alunos-músicos do programa Orquestra nas Escolas, os professores têm desenvolvido ações pensadas na musicalidade e nos versos compostos pelo maestro. Inspirada nisso, a professora Helena Horvat pediu que os estudantes da Escola Municipal Medalhista Mayra Aguiar da Silva ilustrassem canções de Tom. A escolha se deu por votação pelo Facebook da unidade escolar. Os vencedores foram: “Samba de uma nota só”, de Marcos Abraão; “Garota de Ipanema”, de Anderson Esteves; e “Fotografia”, de Lívia Albuquerque.

Os estudantes serão premiados com kit desenho – composto por caderno, lápis, borracha e outros materiais complementares. Outra ação desenvolvida pela professora Helena Horvat que será destaque na Sala de Leitura Virtual da SME será um vídeo especial de conscientização sobre o Setembro Amarelo, mês de prevenção ao suicídio. A docente produziu, em casa, uma animação que visa desmistificar o tema e aborda o cuidado que devemos ter uns com os outros, destacando o papel do Centro de Valorização da Vida (CVV) para a prevenção pelo telefone 188.

O último vídeo, da professora Amália Araújo, da Sala de Leitura do Ciep Presidente Agostinho Neto, no Humaitá, abordará a produção de origamis a partir da leitura do poema “Leilão de Jardim”, de Cecília Meirelles. Ao terminar o vídeo, a educadora ensina como produzir dobraduras com os elementos da poesia.

Mesmo afastados, os professores, escritores e parceiros da SME têm gravado e enviados vídeos para a equipe da Sala de Leitura Virtual, desde o começo da quarentena. Em março, quando foi criado, o espaço passou a reunir o conteúdo audiovisual e, hoje, já são 118 vídeos com mais de 50 mil visualizações, disponíveis para os 641 mil alunos da Rede Municipal de Ensino. Toda semana há novo conteúdo publicado no espaço, acessado pelos estudantes.

Com foco na leitura, literatura e cultura, os vídeos são pensados para todos os anos de ensino atendidos pela Rede Municipal: da Educação infantil ao Ensino de Jovens e Adultos. Já participaram do canal imortais da Academia Brasileira de Letras, como Arnaldo Niskier e Nélida Piñon, o escritor Pedro Bandeira, o bisneto do escritor Monteiro Lobato, Ricardo Monteiro Lobato e o diretor de cinema Cacá Diegues.

Sala de Leitura
A Sala de Leitura Virtual foi criada para levar mais leitura e conhecimento aos estudantes da Prefeitura do Rio. A ideia do canal é dar continuidade ao trabalho de leitura, que, em situação comum sem pandemia, estaria permeando o aprendizado nas 1.542 unidades escolares da Rede Municipal de Ensino. Os professores também têm sido grandes incentivadores desse trabalho, produzindo, indicando e convidando seus alunos a consumirem o conteúdo criado especialmente para eles. O resultado positivo tem trazido até mesmo estudantes de outras redes de ensino e anos escolares para acompanhar o conteúdo gratuito da programação.

SME Carioca 2020
A Sala de Leitura Virtual também está na plataforma de estudos SME Carioca 2020, que já conta com mais de 6,7 milhões de acessos e tem permitido aos estudantes da maior rede municipal de ensino da América Latina darem continuidade aos estudos em casa. O link está disponível na área de Sala de Leitura, que também conta com os seguintes conteúdos: livros para leitura livre – disponibilizados para download gratuito – e desafios e atividades. Acesse aqui o aplicativo: https://app.vc/smecarioca2020.

A plataforma também pode ser acessada pelo aplicativo Escola.Rio, lançado recentemente pela SME com uma série de funcionalidades para pais e alunos. Os estudantes da Rede Municipal de Ensino ainda contam com uma grande vantagem ao acessar o aplicativo Escola.Rio: não terão gasto com o consumo de dados de sua conexão, pois a Prefeitura oferece o serviço de navegação gratuitamente.