Prefeitura do Rio lança formulário de análise com responsáveis e alunos para medir a eficiência do aplicativo de estudos

Publicado em 21/04/2020 - 12:02 | Atualizado em 21/04/2020 - 13:01

A Prefeitura do Rio lançou um formulário de análise junto aos responsáveis e alunos da rede municipal de ensino para saber se as atividades complementares, oferecidas pelo aplicativo da Secretaria municipal de Educação, estão atendendo positivamente o objetivo e como podem se tornar mais eficientes.

O aplicativo de estudos SME Carioca 2020 tem atividades para os estudantes da educação infantil, ensino fundamental e educação de jovens e adultos da Rede estudarem durante a suspensão das aulas, é de fácil manuseio, e já tem mais de 2,5 milhões de acessos.

A consulta começou na segunda-feira, 20/04, em formulário a ser preenchido dentro do próprio app. Os alunos deverão responder a perguntas como “Por quanto tempo você realiza as atividades?”, “Qual a disciplina que você gostaria que tivesse mais atividades?”, “O que você considera mais importante no aplicativo?”, entre outras, além de questões direcionadas aos pais, como, por exemplo, de que forma os responsáveis acompanham o estudo dos filhos.

O app já foi visualizado por usuários até mesmo de outros países como Estados Unidos, Canadá, Argentina, França, Portugal, Espanha, Alemanha, Japão, México, entre outros, e de diversos estados e municípios do Brasil, além de outros municípios do Rio de Janeiro.

– Queremos saber como os alunos estão fazendo a rotina escolar. É uma análise para identificar a melhor forma de incentivar os estudos em casa e atender às expectativas dos alunos. Também facilitar a participação dos pais no processo. Analisar se há algum tipo de contato com outros amigos da turma, mesmo com cada um na sua casa. Queremos entender o que o campo está solicitando e adaptar para atender cada vez melhor – disse a coordenadora de materiais pedagógicos da Secretaria Municipal de Educação, Fátima Cunha.

O aplicativo pode ser baixado via celular e computador. A Secretaria Municipal de Educação já oferece uma série de recursos para os alunos estudarem durante o período de suspensão das aulas.

O conteúdo didático está disponível para no site da MultiRio – produtora audiovisual de conteúdos educativos em diversas mídias que trabalha junto à comunidade escolar – que ainda disponibiliza aulas virtuais. Os professores da Rede Municipal de Ensino também estão repassando conteúdos e atividades por meio de redes sociais, como Youtube, Facebook e Whatsapp.

– Devido ao fechamento de nossas escolas, para evitar aglomerações e a disseminação do novo Coronavírus, oferecemos o aplicativo com atividades escolares para serem realizadas nesse período. Contamos com os familiares para que nossos alunos continuem estudando e precisamos ouvi-los, por isso, esta semana na atualização das atividades lançamos um formulário para responsáveis e alunos responderem – afirma a secretária Municipal de Educação do Rio de Janeiro, Sueli Pontes.

A SME também está desenvolvendo conteúdos específicos para a plataforma de aulas digitais da Microsoft Teams. Plataforma de matemática, acessível pelo sistema Matific, também está disponível para os alunos. Os alunos que não possuem acesso ao conteúdo digital vão receber os materiais impressos em suas unidades escolares.

Vários recursos de apoio

O Material de Complementação Escolar, com vários recursos de apoio pedagógico ligados aos conteúdos curriculares dos anos de Escolaridade da Educação Básica, estão disponíveis no site da MultiRio. O livro do Material Didático Escolar também está aberto para consultas no Portal da MultiRio.

Vale consultar abas como Multiclube, com conteúdos voltados para diferentes faixas etárias e que reúne o acervo audiovisual, jogos, publicações, reportagens e notícias; o Assista, onde estão disponíveis conteúdos áudio visuais; as redes sociais – Facebook, Instagram (@multirio_oficial) e Twitter (@multirio) e no canal 546 da Net. A MultiRio, vinculada à SME, é uma produtora de conteúdos educativos em diversas mídias que trabalha junto à comunidade escolar.