Mais de dois mil alunos participam dos Jogos Inclusivos Cariocas

Publicado em 20/10/2022 - 21:01 | Atualizado em 20/10/2022 - 21:03
Os Jogos Inclusivos Cariocas - Ana Clara Schwartz / Prefeitura do Rio

Dois alunos disputam o ponto final do acirrado jogo de basquete na escola. Um deles, gentilmente, ajuda o colega a fazer cesta, dando à equipe oponente a vitória. Longe de se configurar erro tático, o aluno marcou vários pontos nos quesitos inclusão, generosidade e companheirismo. O colega é uma pessoa com Transtorno do Espectro Autista (TEA), e a cena ocorreu, e se repetiu, em várias modalidades dos Jogos Inclusivos Cariocas, que terminou nesta quinta-feira (20) com um grande festival no Velódromo do Parque Olímpico.

A cooperação entre alunos, independente de time, equipe, é resultado do programa Escolas Unificadas, desenvolvido desde agosto em mais de 100 unidades da rede municipal do Rio de Janeiro com alunos da Educação Infantil ao Fundamental II. A metodologia trata o esporte como ferramenta de inclusão, com práticas esportivas unificadas, ou seja, participam alunos com e sem deficiência, física ou intelectual, sem caráter competitivo. Todos ganharam medalha de ouro. O projeto é uma parceria da Secretaria Municipal de Educação com a Olimpíadas Especiais Brasil.

 

– Temos essa dimensão de um jogo olímpico carioca por conta do número de participantes e escolas envolvidas. Mas não é uma proposta de competição, é de aprendizado, tanto para os alunos incluídos, quanto para os que não são público-alvo da educação especial. É um processo pedagógico de amadurecimento da própria rede – explicou Adriano Giglio, subsecretário de Ensino da SME.

 

Participaram do evento de encerramento mais de dois mil alunos de 70 escolas, divididos em dois turnos (manhã e tarde), num dia dedicado aos esportes em equipe e individuais, como vôlei, atletismo, futebol, handebol.

 

– Esse encontro é importante porque nós estamos há mais de dois anos esperando por eventos esportivos presenciais. Então agora que nós pudemos juntar tantos jovens nesse evento, eu só consigo expressar gratidão”, afirmou Tom Goman, presidente da Olimpíadas Especiais.

 

ESPORTE É FERRAMENTA DE INCLUSÃO NA EDUCAÇÃO ESPECIAL

Gutemberg Ferraz tem uma trajetória de sucesso no esporte, e a caminhada do campeão da Maratona Aquática das Olimpíadas Especiais de 2019 começou na Rede Municipal de Educação. Assim como foi para Guto, as atividades esportivas servem como um caminho para a inclusão de outros alunos público-alvo da educação especial.

 

– Eu comecei na Escola Municipal Vitor Meireles, com a professora Isabel. Ela me levava para a natação, e na escola eu jogava futebol, handebol e basquete. Sempre pude participar, sempre tive esse apoio da minha escola, e isso foi muito bom para mim, me incentivou a ser atleta – comentou o nadador, que esteve nesta quinta-feira no Velódromo da Barra para acender a tocha simbólica dos Jogos Inclusivos.

 

Ao longo de todas as etapas dos Jogos Inclusivos, outras histórias de inclusão surgiram nas quadras das escolas municipais.

Luís Guilherme, de 14 anos, é um adolescente com TDAH e autismo e nunca havia se adaptado a esportes. Sem amigos, pouco se comunicava. Com a mudança de postura dos colegas, ele passou a se sentir aceito e pediu para participar das atividades. Ao assistir aos jogos na escola, a mãe, Priscila Santos, conta que não acreditou no que viu:

 

– Comecei a chorar ao ver o Luís incluído, participando junto com os colegas, de igual para igual. Ele se sentiu acolhido sendo quem ele é.

 

Luís participa dos jogos em três modalidades: corrida, futebol e corda. Já Alanis Nunes, de 14 anos, jovem com Mutismo Seletivo, integrou-se tanto que fez questão de participar dos Jogos Estudantis de atletismo na modalidade corrida. Se vai chegar em primeiro ou oitavo lugar, não tem a menor importância. Ela também já começa a prova como vencedora, e a mãe, Denise Nunes, só tem motivos para comemorar:

 

– É bonito de ver a vibração dos colegas com a vitória dos amigos. Eles gritam, se abraçam. E a Alanis se sentiu verdadeiramente incluída.

  • 20 de outubro de 2022
  • Skip to content