Com João Bosco no palco, orquestra de alunos da Prefeitura comemora dois anos no Theatro Municipal

Publicado em 30/08/2019 - 15:09 | Atualizado em 30/08/2019 - 15:12
O cantor e compositor João BoscoO cantor e compositor João Bosco. Fotos Marcos de Paula / Prefeitura do Rio

Formada por alunos de escolas da Prefeitura do Rio, a Orquestra Sinfônica Juvenil Carioca (OSJC) comemora o seu segundo ano de criação com um grande espetáculo no Theatro Municipal do Rio de Janeiro, nesta segunda-feira, 2 de setembro. O grupo se apresentará ao lado de João Bosco, às 18h30m, unindo no mesmo palco a experiência de um artista consagrado a jovens em início de carreira. No repertório, clássicos da MPB, entre eles composições do cantor carioca, autor de sucessos como “O Bêbado e o Equilibrista”, “Jade”, “Corsário” e “Papel Machê. A entrada é franca.

Será uma apresentação de grande porte, com centenas de instrumentistas, cantores e dançarinos, como a data pede. Sob a regência do maestro Anderson Alves, os 750 músicos da orquestra vão presentear o público com um espetáculo de 70 minutos. Primeiro, eles farão um concerto, com repertório erudito e popular. Na segunda parte, vão acompanhar João Bosco nas canções do artista.

A apresentação no Theatro Municipal será a primeira de uma série bem extensa, todas com entrada franca. Durante o mês de setembro, o segundo aniversário do Programa Orquestra nas Escolas será comemorado assim: estreia da OSJC de Santa Cruz com a participação de Toquinho, nos dias 4 e 5, na Cidade das Artes; Camerata de Choro Orsina da Fonseca, no dia 9, no Largo da Carioca; Orquestra Verde Orsina da Fonseca, dia 16, na Praça Mauá; Flash Mob com participação dos DJs Malboro e Silva, no dia 23, na Cinelândia; e encerramento no dia 27 com a OSJC na Sede da Prefeitura do Rio – Centro Administrativo São Sebastião, na Cidade Nova.

Desenvolvido pela Secretaria Municipal de Educação, o Programa Orquestra nas Escolas foi criado em 2017 por meio do estudo, da prática e da vivência musical. Em apenas dois anos, já beneficia mais de 11 mil estudantes de 52 escolas da rede municipal de ensino. Até o fim do ano, mais unidades serão incluídas no projeto, como Espaços de Desenvolvimento Infantis (EDIs), atendendo desde a pré-escola. A meta é beneficiar 30 mil alunos.

João Bosco ensaia com alunos da Prefeitura
João Bosco ensaia com alunos da Prefeitura. Fotos Marcos de Paula/Prefeitura do Rio

Oferecidas aos estudantes da rede em horários fora do turno regular, as aulas acontecem em diferentes regiões da cidade. Há turmas de violino, viola, violão, violoncelo, contrabaixo acústico, oboé, fagote, trombone, saxofone, clarinete, bandolim, trompa, tuba, cavaquinho, flauta doce, flauta transversal, percussão e canto coral. Além disso, o programa mantém 14 formações musicais, entre elas a Orquestra Sinfônica Juvenil Carioca.

Para fazer parte do grupo, os alunos participam de audição, e os aprovados passam a ensaiar duas vezes por semana com maestros. Cada integrante da orquestra recebe bolsa-auxílio no valor de R$ 200, além de lanche e vale-transporte. Alunos do 9º ano, quando vão para o ensino médio, têm a oportunidade de se tornar monitores da OSJC e demais formações do projeto. Atualmente, o programa tem 62 monitores.

Em maio deste ano, uma comitiva com 61 estudantes da OSJC se apresentou na Espanha. Os músicos ficaram 12 dias no país europeu, passando por Madri, Valência e Alicante, em um intercâmbio cultural com diversas apresentações em salas de música e casas lotadas.

 

A seguir, o repertório do Municipal

1ª Parte

CLAUDE SMITH (1932-1987) – FANFARRA E CELEBRAÇÃO

EDVARD GRIEG (1843-1907) – PEER GYNT, SUÍTE Nº.1

I – Humor matinal

II – A Morte de Ases

III – Dança de Anitra

IV – No Salão do Rei da Montanha

NORMAN LEYDEN (1917-2014) – PRELÚDIO E FUGA

Polos de Violino: E.M. Coelho Neto, CIEP Oswald de Andrade, E.M Emilinha Borba, E.M. Carneiro Felipe, E.M. Amazonas, E.M. Benjamin Franklin, E.M. Hélio Smidt e E.M. Honório Gurgel.

Participação especial: Vanja Ferreira (harpa)

CESAR FRANK (1822-1890) – PANIS ANGELICUS (Arranjo Anderson Alves)

WALDEMAR HENRIQUE (1905-1995) – TAMBA TAJÁ (Arranjo Anderson Alves)

Polos de Coral: Coro Laboratório Carneiro Felipe, Coro Laboratório Orsina da Fonseca, CIEP Roberto Morena, EM Hélio Smidt, EM Mestre Waldemiro, EM Afonso Várzea, EM Dyla Sylvia de Sá e CIEP Augusto Pinheiro.

2ª Parte

Maestro Duda (Adaptação: Anderson Alves) – Suite Monete para Trompete e Trombone

I – Ciranda

II – Balada

III – Valsa

IV – Boi-Bumbá

Solistas: Vinícius Lugon, trompete / Sérgio de Jesus, trombone

JOÃO BOSCO (Arranjos: Jether Garotti Jr.)

– O Bêbado e o Equilibrista

– Jade

– Corsário

– Papel Marche

 

SERVIÇO

Dia: 02/09

Horário: 18h30

Atração: 2º Aniversário da OSJC com participação especial de João Bosco

Local: Praça Floriano, S/N – Centro

Entrada franca

Classificação: Livre