Prefeitura e Governo Federal inauguram a Faculdade da Matemática – IMPA Tech, na Região Portuária

Publicado em 02/04/2024 - 14:36 | Atualizado em 04/04/2024 - 13:21
A Faculdade da Matemática fica dentro do galpão do Porto Maravalley - Marcos de Paula/Prefeitura do Rio

O prefeito do Rio, Eduardo Paes, ao lado do presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, inaugurou, nesta terça-feira (2/4), a Faculdade da Matemática – IMPA Tech, primeira graduação do Instituto de Matemática Pura e Aplicada (IMPA), no galpão do Porto Maravalley, na Zona Portuária. A graduação será 100% gratuita para alunos selecionados em todo o Brasil, e as aulas começam na quarta-feira (3/4).

– Hoje é um dia de agradecimento. Não fosse o IMPA, nós certamente não estaríamos aqui. E também a Prefeitura do Rio, os pais de vocês e vocês mesmos. O que o governo faz é tentar abrir a porta, mas quem tem de atravessar e seguir o caminho são vocês, com muita vontade e disposição. Vocês estão no segundo degrau de uma escada que tem muitos degraus. O nosso papel é ajudar vocês a subirem mais degraus. E quem ganha é o país, que terá mão-de-obra altamente qualificada para disputar com qualquer país do mundo. O gol de bicicleta é o mais bonito do futebol. Hoje, nós estamos marcando um gol de bicicleta no Rio de Janeiro, criando a Faculdade da Matemática – afirmou o presidente Lula.

A Prefeitura do Rio investiu R$ 45 milhões em obras e compra dos equipamentos, além de garantir moradia para estes alunos com um aporte de mais R$ 45 milhões em compra de 67 apartamentos de três quartos no Porto e de estadia temporária em hotel do entorno. Já a União vai investir até R$ 18,7 milhões em 2024, nos cursos de Matemática, Física, Ciência da Computação e Ciência de Dados.

– Esse projeto que inauguramos hoje é a nossa joia da coroa. Tem vários nomes, mas o que eu mais gosto é Faculdade da Matemática. Faculdades de Matemática existem várias, mas a Faculdade da Matemática é uma só e fica aqui no Rio de Janeiro. Este ano o Rio é a capital do G20, agora o que queremos também é ser a capital da inovação na América Latina. O Porto Maravalley e o IMPA Tech estão no epicentro dessa nossa vocação. Inauguramos hoje um marco na Educação do Rio e do Brasil – disse o prefeito Eduardo Paes.

Durante a cerimônia foi assinado um convênio no valor de R$ 4 milhões entre a Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI), vinculada ao Ministério do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços, e a Secretaria Municipal de Ciência e Tecnologia. O objetivo é criar um hub de pesquisa, inovação e inteligência artificial.

A Faculdade da Matemática ocupa parte do galpão recém-reformado pela Prefeitura no Porto Maravalley. São mais de 10 mil m² dedicados à educação de ponta e inovação em hub de empresas de tecnologia.

Além do prefeito e do presidente, participaram da inauguração o ministro da Educação, Camilo Santana, da Ciência, Tecnologia e Inovação, Luciana Santos, o diretor-geral do IMPA, Marcelo Viana, secretários e autoridades municipais, que visitaram o espaço e conheceram as instalações, que contam com 13 salas de aula e oito laboratórios, além de biblioteca, auditório, salas de estudo e espaço de uso comum.

– Hoje é mais um dia histórico para a cidade do Rio e para o Brasil. Uma faculdade que vai envolver os jovens da Olimpíada da Matemática de todas as regiões do país. Os grandes jovens talentos do Brasil vão estudar em tempo integral, com moradia custeada pela Prefeitura e bolsa do Governo Federal. Tudo para você se dedicarem nos estudos. Parabéns por vocês terem sido selecionados – declarou o ministro da Educação, Camilo Santana.

Os alunos estudarão por quatro anos – o bacharelado em Matemática da Tecnologia e Inovação inicia com um ciclo básico de um ano e meio. Após esse período, os estudantes escolhem em qual das quatro ênfases pretendem seguir: Matemática, Ciência da Computação, Ciência de Dados e Física.

– Quero saudar todos vocês que foram selecionados. Tenham a certeza de que já estão fazendo história. A faculdade vai dar uma perspectiva e não só transformar a realidade de vocês, mas também do Rio e do Brasil – disse Luciana Santos.

Para a seleção dos alunos, foi considerado o desempenho em cinco olimpíadas do conhecimento, como a OBMEP (Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas), que é a maior do país e conta com a participação de 18 milhões de estudantes, além da nota de matemática do Enem e entrevistas.

– Em 72 anos de existência, o IMPA nunca parou de crescer e expandir nossa contribuição para a sociedade brasileira. Ouso dizer que hoje temos um escopo de atuação que não tem igual no mundo todo. O IMPA acompanha os estudantes desde a educação básica. Mas faltava uma peça fundamental na estrutura de iniciativas do IMPA: a graduação. É essa lacuna que estamos preenchendo hoje. E será uma graduação inserida num ecossistema de tecnologia e inovação, em que o IMPA Tech estará voltado em formar e capacitar jovens em alto nível no uso da matemática e suas ferramentas para resolver os problemas do Brasil – afirmou Marcelo Viana.

O IMPA Tech destina ainda vagas à ampla concorrência, com cotas para diferentes grupos. Todos os estudantes selecionados terão oportunidade de estudar, independentemente de sua condição social, visto que o IMPA Tech é gratuito, e os alunos contarão com ajuda de custo e alojamento, nos apartamentos comprados pela Prefeitura do Rio, localizados próximos à faculdade.

– Venho da zona rural, do município de Rolim de Moura, no interior de Rondônia. Passei lá minha infância e parte da adolescência. A agricultura familiar sempre esteve presente na minha vida. Apesar da necessidade do trabalho, meus pais sempre me incentivaram a estudar. Lá, ganhei um quadro e uma caixinha de giz e aprendi a escrever o meu nome e fazer as primeiras continhas. Uma etapa muito importante da minha vida foi a Olimpíada da Matemática. Conquistei minha primeira medalha no sexto ano. Para um estudante de escola pública, a medalha proporciona reconhecimento e oportunidades. Estou aqui hoje graças a isso. Somos gratos aos nossos pais e nossos professores. E aos governos que deram o apoio para estarmos aqui hoje – disse Kaio Vitor Ferreira da Costa, aluno do curso de graduação em Matemática do IMPA Tech.

Porto Maravalley vai abrigar startups e grandes empresas de tecnologia

O Porto Maravalley, ou POMAR, é o novo hub de inovação e tecnologia criado pela Prefeitura do Rio, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Econômico (SMDUE), da Invest.Rio e da Companhia Carioca de Parcerias e Investimentos (CCPar). A ideia é reunir o conhecimento gerado por instituições de ensino e centros de pesquisas com as empresas de tecnologia para criar densidade no setor e gerar mais negócios para a cidade, transformando o Rio na capital da Inovação da América Latina.

Com impacto de médio e longo prazo, com o Porto Maravalley a Prefeitura pretende formar os melhores profissionais do país em ciências matemáticas, atrair investimentos e reter talentos. Além disso, deve movimentar a região do Porto Maravilha, revitalizada, com mais moradores e iniciativas para que a cidade cresça nessa região central.

O espaço terá a gestão do Rio Energy Bay (REB) – resultado de um programa do MIT REAP (Instituto de Tecnologia de Massachusetts) que visa o desenvolvimento e aceleração locais, com foco em inovação e tecnologia. Essa foi a primeira vez que uma cidade brasileira participou da iniciativa.

O hub vem se somar a outras iniciativas do Município, como o Sandbox.Rio, que é uma experiência regulatória para empresas de tecnologia, diminuindo as barreiras de entrada de inovação no município; os GETs (Ginásios Experimentais Tecnológicos), que oferecem uma educação mais sólida em ciências matemáticas e visam formar estudantes, preparando-os para as profissões atuais e do futuro.

Os alunos que se capacitarem no IMPA Tech, com formação teórica e prática sólida em matemática da tecnologia e inovação, estarão no mesmo ambiente em que empresas do setor, com mais chances de desenvolver suas habilidades.

 Aula Magna com André Street e Auana Mattar

No dia seguinte à abertura oficial, na quarta-feira (3/4), a Faculdade da Matemática receberá André Street, co-fundador e presidente da Stone, e Auana Mattar, Chief Information Officer (CIO) da TIM para a Aula Magna Inaugural. Os convidados farão palestras para os alunos sobre suas trajetórias, novas tecnologias, empreendedorismo e inovação. O objetivo é inserir os estudantes, já na chegada, a um ambiente estimulante para criar e inovar.

Pular para o conteúdo