Secretaria de Cultura celebra acordo com instituição inglesa para reunir arte com agenda climática

Publicado em 22/03/2022 - 20:27 | Atualizado
  • Início/
  • /
  • Secretaria de Cultura celebra acordo com instituição inglesa para reunir arte com agenda climática

A cultura pode promover a preservação do meio ambiente e, com este propósito, um acordo de cooperação será assinado quinta-feira (24/03) entre a Secretaria Municipal de Cultura e a organização da sociedade civil People’s Palace Projects do Brasil. O objetivo é realizar um laboratório de ideias que conectem atividades culturais com o debate climático.

A cerimônia quinta-feira será no Museu de Arte do Rio – MAR, com o secretário municipal de Cultura, Marcus Faustini, e o diretor da instituição, Paul Heritage. A iniciativa conjunta “Gestores Culturais pelo Clima” investirá na qualificação de servidores públicos que trabalham nos equipamentos culturais da prefeitura. O objetivo é ampliar o diálogo entre artistas e sociedade, além de promover atividades culturais que estejam inseridas no contexto de proteção ao meio ambiente. O projeto coincide com a Rio +30, evento que marca o aniversário da ECO92, a primeira Conferência das Nações Unidas sobre o Meio Ambiente e Desenvolvimento sediada no Rio há 30 anos.

 

– Reunir lideranças criativas em torno da questão climática deve ser uma prioridade da cultura. Estamos no Rio buscando uma mudança radical da forma como fazer política cultural, e isto inclui a agenda climática – ressalta Marcus Faustini.

– Fazer cultura também é ação climática. A conexão de artistas, acadêmicos, ativistas e gestores culturais do Rio de Janeiro e Londres, promovida pela People’s Palace Projects do Brasil, pode ser o início de uma urgente e necessária mudança na ‘cultura de destruição’ do planeta – acredita Paul Heritage.

 

Por meio de fundos de pesquisa do Reino Unido, contemplados à People’s Palace Projects, será implementada uma rede de gestores culturais comprometidos com o debate climático. Os recursos de 20 mil libras esterlinas vão capacitar gestores e equipamentos culturais do Rio a alocarem e desenvolverem projetos de artes e meio ambiente.

Este é um dos feitos conquistados pela Secretaria Municipal de Cultura do Rio em Londres, onde o secretário Marcus Faustini se encontrou com dirigentes de importantes equipamentos culturais, entre eles Southbank, Barbican, V&A East e Battersea Arts Centre, em busca de parcerias e intercâmbios. A pauta da viagem, resultado da parceria com a People’s Palace Projects (subsidiária da Queen Mary University of London), é atrelar política cultural e agenda climática.

Execução do projeto e plano de trabalho

Nesta edição, vinte servidores municipais serão convidados para participar do laboratório de ideias com especialistas da cultura e agenda climática. A partir destes encontros, serão desenvolvidos projetos que busquem conectar a preservação do meio ambiente com atividades que impactem diretamente nos espaços culturais da pasta. Após passar por uma comissão avaliadora, três destas propostas serão escolhidas e podem ser implementadas pela People’s Palace Projects.

O plano de trabalho acontecerá em nove meses e os resultados da parceria serão apresentados durante a conferência Rio +30 em outubro deste ano.

Confira o cronograma:

Abril/22: Lançamento do programa do laboratório e seleção dos participantes

Maio a Junho/22: Reuniões remotas de alinhamento entre servidores, Secretaria Municipal de Cultura e People’s Palace Projects do Brasil

Julho/22: Imersão dos servidores no laboratório artístico de ideias sobre cultura e meio ambiente

Julho a Agosto/22: Desenvolvimento dos projetos

Setembro/22: Escolha e prototipação de três projetos destaques

Outubro/22 a Março/23: Seminário de finalização e divulgação durante a conferência Rio+30.

  • 22 de março de 2022
  • Skip to content