Paixão de Ler na Bienal do Livro homenageia Sonia Rosa, referência em literatura negro afetiva

Publicado em 01/12/2021 - 19:34 | Atualizado
  • Início/
  • /
  • Paixão de Ler na Bienal do Livro homenageia Sonia Rosa, referência em literatura negro afetiva
A escritora carioca Sonia Rosa será homenageada - Divulgação

Na abertura do estande Paixão de Ler, da Secretaria Municipal de Cultura, na XX Bienal Internacional do Livro, haverá uma homenagem à escritora carioca Sonia Rosa, conhecida por sua literatura negro afetiva para crianças e jovens. A cerimônia será nesta sexta-feira (3/12) às 17h, seguida do painel A Literatura Negro Afetiva de Sonia Rosa, reunindo Sonia, Iris Amâncio, Nando Cunha e Renato Noguera, com mediação da assessora especial de práticas antirracistas, Sinara Rúbia.

Em sua 29ª edição, o festival Paixão de Ler tem como tema Memórias da infância, Letramentos, Identidade Negra, reunindo nomes que tratam de identidades, representatividades e ancestralidade. Com capacidade para até cem pessoas, o estande também será ocupado por ações das secretarias da Mulher, da Juventude e de Governo e Integridade Pública (Fundação Planetário, RioFilme, Diversidade Sexual e Igualdade Racial), que se alternam no período de funcionamento: de 3 a 12/12, das 10h às 22h.

Uma das maiores referências nacionais em literatura negra, Sonia Rosa já publicou mais de 50 livros, dentre os quais destaca-se a coleção “Lembranças africanas” (iniciada em 2004; Pallas Editora), com a qual ganhou o selo de altamente recomendável da FNLIJ. Protagonismo negro é o principal foco da escritora em seus contos para as infâncias. Em “O menino Nito” (seu livro de estreia), Sonia conta uma história amorosa na qual o protagonista é um garoto negro.

 

– Este reconhecimento de toda uma cidade ao meu trabalho de escritora me deixa muito feliz e emocionada. Amo meu Rio de Janeiro e tenho muitas histórias para contar. Minha mãe Adir e tia Arlinda tinham um plano de sucesso para mim desde que nasci. Gostaria que elas soubessem que este plano se concretiza a cada dia com muita responsabilidade e compromisso com a minha gente tão cheia de sabedoria. A literatura negro afetiva fortalece as vozes da minha gente – disse Sonia.

 

Destaques no estande Paixão de Ler, na Bienal do Livro:

Sex, 3

17h: Abertura Paixão de Ler – Homenagem a Sonia Rosa

19h: A Literatura Negro Afetiva de Sonia Rosa – Sonia Rosa, Iris Amâncio, Nando Cunha e Renato Noguera

 

Sáb, 4

17h: Anjinho do Flamengo (vai promover uma partida de futmesa) e Big Jaum

 

Dom, 5

11h: Conceição Evaristo e Joyce Trindade

17h: Jessé Andarilho

19h: Ana Paula Lisboa

 

Seg, 6

12h: roda de conversas com crianças: pretinhas leitoras, com Laiza Griot etc

 

Ter, 7

11h: Helena Theodoro – História do Samba e da População Negra

13h: Oficina de introdução ao idioma iorubá

 

Qui, 9

19h: Nega Gizza e Marina Iris

 

Sex, 10

17h: Júlio Barroso e Rodrigo França

19h: Babu Santana

 

Sáb, 11

11h: Zezé Motta – A Arte de Representar Dignidade

17h: Binho Cultura e Raull Santiago

 

Dom, 12

11h: Nossas futuras Griots – Elen Ferreira, Sinara Rúbia, Anielle Franco, Rafaela Bastos

16h: Eliseu Banori (Guiné-Bissau) lança “A história que a minha não me contou…”

17h: Rene Silva

19h: Dani Ornellas e Taísa Machado

 

Bienal do Livro – Riocentro: Av. Salvador Allende 6.555, Barra. De 3 a 12/12, das 10h às 22h. Estande do Paixão de ler (F02/G03, Pavilhão Azul). A programação será divulgada no site rio.rj.gov.br/web/smc e nas redes sociais (@cultura_rio).

 

 

 

  • 1 de dezembro de 2021
  • Skip to content