No aniversário de 457 anos do Rio, veja uma lista de dez lugares que são a cara dos cariocas

Publicado em 01/03/2022 - 08:00 | Atualizado em 02/03/2022 - 19:16
Vista do Parque Darke de Mattos, em Paquetá - Marcos de Paula

A cidade do Rio de Janeiro comemora 457 anos nesta terça-feira (01/03) e, para marcar a data, listamos dez locais que são a cara dos cariocas e, aos poucos, estão conquistando cada vez mais o público. Tem atrações recém-inauguradas, ao ar livre, que passaram por reformas e até lugares abertos há anos, mas que não param de receber novos visitantes.

Esses locais ficam espalhados de Norte a Sul e têm programação variada, sempre valorizando a diversidade. São parques, museus e teatros com atividades de qualidade, sejam elas relacionadas à cultura ou ao meio ambiente. Tem até ciência! Venha conferir:

 

O Parque Natural Municipal Darke de Mattos, em Paqueta – Alexandre Macieira / Prefeitura do Rio

 

Parque Natural Municipal Darke de Mattos (Ilha de Paquetá)

O PNM Darke de Mattos ocupa uma área de sete hectares da Ilha de Paquetá. Há um mirante e a trilha circular Augusto Ruscki. Originalmente a ilha era recoberta pela Mata Atlântica, e o parque foi criado preservando o Morro da Cruz e a cobertura vegetal da área, reduzida devido à exploração mineral nos séculos passados. Os belíssimos túneis encontrados na área remontam à época dos escravos na extração de caulim. Próximo ao Morro da Cruz existe o Palco da Lua, local de eventos e um pequeno anfiteatro com bancos de pedras.

O espaço é liberado para piqueniques. O horário de funcionamento é das 6h às 17h, de terça-feira a domingo.

 

O Parque Natural Municipal de Marapendi – Marcos de Paula / Prefeitura do Rio

 

Parque Natural Municipal de Marapendi (Recreio dos Bandeirantes)

O PNM de Marapendi insere-se integralmente nos domínios da Floresta Ombrófila Densa Atlântica, sendo a formação dominante a vegetação com influência marinha, genericamente denominada de vegetação de restinga, ecossistema característico das zonas costeiras.

Em sua estrutura há biblioteca, sala de ciência, banheiros, auditório e sala de artes, além de uma torre de observação de 13 metros de altura, com função principal de acompanhar a flora e a fauna local, além de servir como ponto de monitoramento ambiental, vigilância e pesquisa da biodiversidade. Na área tem três trilhas: borboleta-da-praia, jacupemba e preguiça.

O endereço é Avenida Baltazar da Silveira 635, Recreio dos Bandeirantes. A visitação é de terça a domingo, das 6h às 17h. Fica fechado ao público às segundas-feiras, mantendo apenas o expediente com atividades internas.

 

O Parque Madureira Mestre Monarco – Alexandre Macieira / Prefeitura do Rio

 

Parque Madureira Mestre Monarco (Madureira)

Com mais de 3,15km de extensão, o Parque Madureira Mestre Monarco leva diversão, lazer e cultura para a região. Tem quadras de vôlei, basquete e futebol, além de um campo para partidas de futebol, além de fontes, riachos, quiosques, pista de skate, pomar e brinquedos. O parque, que acompanha a linha férrea que corta o bairro, conta ainda com a Arena Carioca e a Praça do Samba.

A entrada principal é pela Rua Soares Caldeira 115. Aberto de terça-feira a domingo, das 7h às 22h. Excepcionalmente nesta quarta-feira (02/03) estará fechado.

 

O Museu Histórico da Cidade – Divulgação / Prefeitura

 

Museu Histórico da Cidade (Gávea)

Criado como reflexo da expansão dos museus no século XIX , suas origens estão ligadas ao princípio da República no Brasil e ao papel de centro político que o Rio de Janeiro representava nesse contexto. Seu vasto acervo documental, arquivístico e museológico, reúne cerca de 24 mil peças. Nele encontram-se obras de artistas consagrados como Visconti, Thomas Ender, Antônio Parreiras, Armando Vianna, Augusto Malta e Marc Ferrez, além dos acervos dos prefeitos Pereira Passos, Pedro Ernesto, Carlos Sampaio e Cesar Maia.

Endereço: Estrada Santa Marinha s/nº, acesso pelo final da Rua Marquês de São Vicente, Gávea. Informações sobre a programação em http://museudacidadedorio.com.br.

 

Muhcab, na Gamboa – Gui Espindola / Prefeitura do Rio

 

Museu da História e da Cultura Afro-Brasileira – Muhcab (Gamboa)

O Muhcab é um museu de território, situado na Pequena África, tendo como marco zero o Cais do Valongo, Patrimônio Mundial. O museu pretende contar a história da região que testemunhou o maior desembarque de africanos escravizados no mundo, de importantes marcos de afirmação negra no Brasil e do desenvolvimento da cultura afro-brasileira, bem como debater conceitos que emanam desta narrativa e a situação do negro no Brasil hoje.

Acompanhe a programação em http://www.rio.rj.gov.br/web/muhcab.

 

Teatro de Marionetes Carlos Werneck – Divulgação

 

Teatro de Marionetes Carlos Werneck (Aterro do Flamengo)

Inaugurado em 1966 e tombado pelo Patrimônio Histórico, o Teatro de Marionetes Carlos Werneck foi idealizado conforme um dos tipos de Teatro de Guignol de Paris. Sua programação prioritária é para todos os tipos de teatro de bonecos, oferecendo espetáculos gratuitos aos fins de semana. O espaço, que faz parte do programa Cultura com as Crianças, foi reinaugurado em fevereiro.

Endereço: Subterrâneo 18 do Parque do Flamengo, na altura do número 300 da Praia do Flamengo.

A programação de março está em https://www.rio.rj.gov.br/web/smc/exibeconteudo?id=14189149.

 

Teatro de Guignol do Méier – Marcos de Paula / Prefeitura do Rio

 

Teatro do Guignol do Méier

Construído durante o governo Pereira Passos (1902 – 1906), o Teatro de Guignol do Jardim do Méier foi devolvido à população em outubro passado, totalmente reformado, pintado e recuperado, após mais de quatro anos fechado. Ele integra o programa Cultura com as Crianças, com atividades todos os fins de semana, ao ar livre.

Na tradição do teatro francês, Guignol é um fantoche famoso, criado na cidade histórica de Lyon, no Século XIX. Para os cariocas, essas casinhas de madeira instaladas no meio das praças são sinônimos de diversão a céu aberto na dose certa.

A programação de março está em https://www.rio.rj.gov.br/web/smc/exibeconteudo?id=14189149.

 

Teatro de Guignol da Tijuca – Gui Espindola / Prefeitura do Rio

 

Teatro do Guignol da Tijuca

O Teatro de Guignol surgiu na época da Belle Époque (1906) e foi o primeiro a incluir uma programação exclusiva de Teatro de Bonecos popular, oferecendo espetáculos gratuitos nos fins de semana. As apresentações dependem das condições climáticas, uma vez que o teatro está localizado em espaço aberto, na Praça Comandante Xavier de Brito (entre a Avenida Maracanã e Rua Otávio Kelly). Também integra o programa Cultura com as Crianças, com atividades todos os fins de semana, ao ar livre.

A programação de março está em https://www.rio.rj.gov.br/web/smc/exibeconteudo?id=14189149.

 

O Planetário do Rio – Divulgação / Prefeitura do Rio

 

Planetário do Rio

Inaugurada em 1970, a Fundação Planetário da Cidade do Rio de Janeiro se propõe a gerar uma experiência encantadora e inesquecível por meio da ciência e da cultura para todos os públicos. Atualmente, o visitante conta com jardins e parques ao ar livre para aproveitar o dia, aprender sobre o relógio solar e até mesmo fazer um piquenique. Na área externa atualmente fica em exposição o segundo maior meteorito do país, o Santa Luzia.

Na área interna, os visitantes vivenciam o Museu do Universo, que abriga diversos experimentos interativos e exposições itinerantes. As sessões de cúpula com filmes sobre os planetas e o universo dão um toque especial a essa visita.

O Planetário fica na Rua Vice-Governador Rubens Berardo 100, Gávea. A programação completa, horários e valores estão em http://planeta.rio. Nesta terça (01/03) e na quarta-feira (02/03) não haverá funcionamento.

 

A Cidade das Artes – Divulgação

 

Cidade das Artes

O prédio assinado pelo arquiteto francês Christian de Portzamparc, erguido a dez metros do chão, no coração da Barra da Tijuca, abriga um dos mais importantes e completos espaços para a representação das artes. O lugar é aberto para música, teatro, dança, artes plásticas, e outras manifestações artísticas brasileiras e de todos os povos. A programação pode ser consultada em http://cidadedasartes.rio.rj.gov.br.

A Cidade das Artes fica na Avenida das Américas 5.300, Barra da Tijuca.

  • 1 de março de 2022