Fim de semana ao ar livre: espaços culturais da Prefeitura apostam em feirinhas, acarajé e música no jardim

Publicado em 15/06/2021 - 18:21 | Atualizado em 16/06/2021 - 16:28
  • Início/
  • /
  • Fim de semana ao ar livre: espaços culturais da Prefeitura apostam em feirinhas, acarajé e música no jardim
Reaberto este mês, o Parque das Ruínas recebe a turma de refugiados da feira Chega Junto na parte externa - Divulgação/Prefeitura

A recomendação continua sendo ficar em casa. Mas, para aqueles que querem aproveitar o fim de semana com segurança e em programações ao ar livre, seguindo todas as medidas de segurança estabelecidas no combate à Covid-19, a Prefeitura do Rio, por meio da Secretaria Municipal de Cultura, investe em atividades variadas nas áreas externas dos espaços culturais que foram reabertos.

Além da programação fixa, em destaque tem culinária baiana, com a barraca “Cheirinho de Dendê”, no Museu da Cidade; música ao vivo com Márcio Bragança e o grupo Sintonia Dominó no Artur da Távola e a feira Chega Junto, com expositores refugiados de vários países, no Parque das Ruínas.

Museu Histórico da Cidade, Gávea

Cheirinho de Dendê

No sábado (19), a baiana Rosa Perdigão armará sua barraca “Cheirinho de Dendê” no jardim do Museu Histórico da Cidade do Rio de Janeiro. Sáb, das 9h às 16h. Livre.

Est. Santa Marinha s/nº, Gávea – 22451-240.
Qui a dom, das 9h às 16h, visitação de acordo com o protocolo estabelecido pela Prefeitura do Rio. Haverá monitores para tirar dúvidas e controle do número de visitantes por vez. Palacete: grupos de até 15 pessoas. Casarão: grupos de até 20 pessoas. Grátis.

 

Centro Cultural Municipal Parque das Ruínas

Chega Junto

O projeto Chega Junto é a união de sabores, cores e interações com diferentes culinárias que integra os brasileiros com a comunidade refugiada. Os “chegados”, nome designado pelos participantes da feira, são integrados socialmente no Brasil por meio da gastronomia, com dez expositores migrantes e refugiados de África, Oriente Médio e América Latina. Sáb e dom, das 9h às 16h. Livre.

Exposição “Todo mundo no Rio”

A exposição reúne obras do artista plástico Gil de Lima, que cria uma espécie de relação íntima com a paisagem, as pessoas e a cidade, por meio de cores e incontáveis casas em suas telas.

Galeria Principal. Qui a dom, das 9h às 16h. Livre

Exposição “IFRJ e Parque das Ruínas: Amantes do Rio”

A exposição proporciona aos visitantes uma experiência de contemplação e conhecimento por meio das belíssimas paisagens do mirante do Parque das Ruínas e que são apresentadas de modo fotográfico e descritivo em placas que homenageiam a cidade.

Qui a dom, das 09h às 16h. Livre.

Exposição “Cores do Rio por Élida Hernandez”

A exposição está organizada em torno de grandes conjuntos de obras da artista portenha Élida Hernández, radicada em Santa Teresa. São 20 pinturas sobre madeira de demolição e acrílico.

Galeria Túnel. Quinta a Domingo, 09h às 16h. Livre

Rua Murtinho Nobre 169, Santa Teresa – 2224-3922.
Qui a dom, das 9h às 16h.

Área de lazer infantil: qui a dom, das 9h às 16h.
Ensaios Fotográficos: qui e sex, das 9h às 16h.
Exposições (Galeria Principal): qui a dom, das 9h às 16h.
Ingressos: bit.ly/parquedasruínas

Centro Cultural Municipal Profª Dyla Sylvia de Sá

Capoeira: Jardim e Espaço Multiuso. Sex, das 14h às 16h. 5 anos.

Oficina de circo, com o palhaço Xulipa, com foco em malabares, perna de pau e rola-rola. Jardim. Sáb, das 9h às 11h. 5 anos.

Leros, Leros e Boleros

O projeto, que faz parte da programação do centro cultural há 18 anos, reúne músicos profissionais e amadores da terceira idade em um encontro semanal.

Salão Principal. Sex, das 14h às 17h. Pessoas idosas.

Rua Barão 1.180, Praça Seca, Jacarepaguá – 3833-4769.
Qui a sáb, das 9h às 16h.

Área de Lazer Infantil e Adulto: qui e sáb, das 9h às 16h.

Centro da Música Carioca Artur da Távola

Música no Jardim

Sáb (19), às 17h: Marcio Bragança. Artista multifacetado, o cantor, compositor, produtor musical, ator, poeta e cronista apresenta faixas do seu único álbum, chamado “Odisseia”, que foi lançado em 2010, além da regravação de “Telegrama”, canção de Zeca Baleiro.

Dom (20), às 16h: “Domingo das Crianças” apresenta Sintonia Dominó. Através do lúdico, imaginário e da criatividade dos cantores/atores, objetos vão ganhando novos significados e diversos bichos vão ganhando vida, melodia e muita brincadeira. Produção de Filippe Neri.

Exposição “Música Brasilis”

Uma viagem pelos 500 anos da música no Brasil. Essa é a proposta da exposição interativa, realizada pelo Instituto Musica Brasilis, sob a curadoria de Rosana Lanzelotte. Retrata por meio de instrumentos musicais, vídeos e instalações interativas os cinco séculos da música brasileira.

Dividido em três módulos, o projeto resgata as músicas indígena, africana e europeia, além de oferecer jogos interativos nos quais os visitantes podem aprender como funcionam as partituras e a compor as suas próprias canções.

Exposição de arte colagem “Mulheres e Música”

A exposição “Mulheres e Música”, da artista plástica Lili Rose, é inspirada na memória de algumas mulheres corajosas que se reinventaram, desafiaram, transgrediram, sobreviveram e tiveram momentos marcantes na história da música brasileira. Nomes como Chiquinha Gonzaga, Carmem Miranda, Nara Leão, Clementina de Jesus, Rita Lee, Zaíra de Oliveira e Clara Nunes.

Ingressos: bit.ly/centromusicacarioca

Rua Conde de Bonfim, 824 – Tijuca
Qui a dom, das 10h às 17h

  • 15 de junho de 2021