Chafariz do Largo do Machado é religado depois de ficar 3 anos inativo

Publicado em 17/01/2021 - 15:00 | Atualizado em 17/01/2021 - 16:16
O chafariz, que cerca a estátua de Nossa Senhora da Imaculada Conceição passou por reforma - Divulgação/Prefeitura do Rio

A Prefeitura do Rio, por meio da Secretaria Municipal de Conservação, devolveu à cidade um dos símbolos do Largo do Machado. Desligado e sem a devida manutenção desde 2017, o chafariz, que cerca a estátua de Nossa Senhora da Imaculada Conceição, voltou a funcionar neste fim de semana. A escultura também passou por limpeza e restauro.

A secretária de Conservação, Anna Laura Secco, fez questão de acompanhar o momento em que o chafariz foi religado. O padre Sérgio, da Igreja Matriz de Nossa Senhora da Glória, que fica no Largo do Machado, benzeu o monumento. Também estiveram presentes o secretário de Planejamento Urbano, Washington Fajardo, a subprefeita da Zona Sul, Ana Ribeiro, e integrantes da Secretaria de Conservação.

– Resgatar nossos monumentos é resgatar a história da nossa cidade – afirmou Anna Laura Secco.

O trabalho de restauração do conjunto durou 15 dias e envolveu seis pessoas, especializadas em serviços em obras de arte e na manutenção de equipamentos hidráulicos e elétricos. Foi feita a limpeza da estátua e de todo o seu pedestal, bem como a remoção das brotações e de partes danificadas na base da escultura, além da recuperação do comando elétrico e da tubulação de jorro de água.

O chafariz fica ligado três vezes ao dia: das 8h às 10h, das 12h às 14h e das 16h às 18h.

História do monumento

A escultura de Nossa Senhora da Imaculada Conceição é uma peça italiana, importante relíquia do Município do Rio de Janeiro. Executada pelo escultor genovês Giuseppe Navone, em 1907, a estátua foi feita em mármore de Carrara e doada à cidade por Dom Jaime Câmara, quarto arcebispo de São Sebastião do Rio de Janeiro. Foi inaugurada em 8 de dezembro de 1954, nas comemorações do centenário da promulgação do dogma da Imaculada Conceição da Virgem Maria.

O chafariz no entorno da imagem foi implantado em janeiro de 1967, na gestão do prefeito Negrão de Lima, a fim de embelezar a praça.

 

  • 17 de janeiro de 2021