Comunidades de Sá Viana, no Grajaú, e de Arará, em Benfica, ganham ecopontos da Comlurb

Publicado em 08/12/2022 - 13:40 | Atualizado
  • Início/
  • /
  • Comunidades de Sá Viana, no Grajaú, e de Arará, em Benfica, ganham ecopontos da Comlurb
Os ecopontos são destinados ao descarte do lixo domiciliar - Divulgação

A Comlurb inaugurou, na manhã desta quinta-feira (8/12), mais dois ecopontos na cidade do Rio de Janeiro. As novas instalações foram realizadas nas comunidades Sá Viana, na rua de mesmo nome no Grajaú, e Arará, na Rua Aloisio Amâncio, s/n, em Benfica. A Companhia aproveitou para dar início a atuação em Sá Viana, Andaraí, Jamelão e Caçapava do trator próprio para coleta em comunidades.

O novo equipamento, com capacidade de receber até 900 quilos exclusivamente de resíduos domiciliares, facilita a coleta de resíduos em trechos de difícil acesso, como becos e vielas. O trator conta com freio nas quatro rodas, chassis articulado para facilitar as manobras em ruas estreitas, e dimensões reduzidas, com 2,20m de altura e 1,70m de largura.

O ecoponto de Sá Viana conta com duas caixas multiuso de 15m3 e uma pequena, de 7 m3, para receber entulhos, galhadas e bens inservíveis, como móveis e eletrodomésticos. Já o de Arará disponibiliza uma caixa compactadora de 15 m3 para receber lixo comum e duas outras do mesmo tamanho para entulhos, galhadas e bens inservíveis. Os dois novos ecopontos vão funcionar diariamente das 6h às 18h.

Com mais essas duas entregas, a Comlurb chega a 17 ecopontos lançados apenas este ano. Os outros são: Vagão e Vila Jurema, em Realengo; Santo Amaro, no Catete; Madureira, embaixo do Viaduto Negrão de Lima; Mineira, no Catumbi; comunidades de Vigário Geral, Parada de Lucas e Amarelinho, na Zona Norte; Novo Lar, no Recreio; Camarista Méier, no Engenho de Dentro; Mangueira; na Avenida Paranapuan, na altura do Morro do Dendê, e Vila Joaniza, Parque Royal e Pixunas, na Ilha do Governador. Até o fim do ano serão 20 ecopontos entregues.

A Comlurb está empenhada em reformar e implantar novos ecopontos em diversas regiões da cidade, especialmente em áreas mais críticas de descarte irregular. Assim, a Companhia garante que locais antes degradados passem a contar com pontos ordenados de descarte, com remoção regular dos resíduos por caminhões. Além de fundamentais para a ordenação dos resíduos, os ecopontos ajudam no controle de vetores e melhoria da saúde pública.

  • 8 de dezembro de 2022
  • Skip to content