Comlurb cria novas regras para a coleta de lixo especial que vão agilizar o serviço

Publicado em 15/02/2022 - 07:41 | Atualizado em 15/02/2022 - 07:54
  • Início/
  • /
  • Comlurb cria novas regras para a coleta de lixo especial que vão agilizar o serviço
As novas regras vão agilizar a coleta do lixo especial - Prefeitura do Rio

O credenciamento de empresas particulares para a coleta do lixo especial ganhou novas regras. A ideia é tornar o processo menos burocrático, facilitar a fiscalização e agilizar o desempenho administrativo, o que impactará positivamente em toda a dinâmica da coleta da cidade. A partir de agora, cada tipo de resíduo seguirá normas próprias e mais adequadas para a coleta. As regras especificam os tipos de veículos indicados para o serviço, capacidade, dimensão e composição das caçambas e caixas estacionárias e sistemas de guindastes.

Antes das novas portarias, todos os tipos de coletas feitas por empresas privadas seguiam as mesmas regras, independentemente dos destinos, equipamentos e veículos utilizados para o serviço envolvendo o lixo especial – resíduos da construção civil, sólidos inertes (restos de poda etc), serviços de saúde e comércio e indústria.

Todos  os  veículos  devem  estar  equipados com  rastreadores  compatíveis  com  o  sistema de controle e fiscalização em tempo real da Comlurb. Também devem contar com dispositivos de drenagem e acumulação de chorume que impeçam o vazamento de líquido nas ruas. Os veículos destinados à remoção de resíduos biológicos devem estar equipados com os materiais necessários em casos de acidentes.

A destinação final de cada lixo deve ser ambientalmente  adequada  e  somente  em áreas autorizadas pela Comlurb e licenciadas pelos órgãos ambientais. A empresa de coleta que estiver operando sem o certificado de credenciamento dentro das novas normas terá o prazo de até 90 dias para se adequar.

  • 15 de fevereiro de 2022