Subprefeitura da Zona Sul remove orelhões abandonados e quebrados das ruas de Copacabana

Publicado em 03/05/2022 - 17:42 | Atualizado
Subprefeitura da Zona Sul removeu os orelhões com auxílio da Secretaria de Conservação - Divulgação

Pelo menos oito Telefones de Uso Público (TUP), popularmente conhecidos como orelhões, estão sendo removidos das ruas de Copacabana por estarem abandonados e quebrados. O trabalho faz parte da iniciativa da Subprefeitura da Zona Sul de ordenar e organizar o bairro.

Além das ações rotineiras de ordenamento que acontecem diariamente visando à desobstrução do passeio público e também as ações de acolhimento às pessoas em situação de rua, as equipes da Subprefeitura também estão empenhadas em retirar das ruas o que está sem uso, caso dos orelhões.

 

– Mapeamos em Copacabana pelo menos oito orelhões abandonados e estamos fazendo as remoções. Não vamos permitir que as ruas fiquem ocupadas com o que não serve mais – destacou o subprefeito Flávio Valle.

 

Em decreto publicado pela Agência Nacional de Telecomunicações no fim de 2018 (decreto 9.619/2018), a Anatel liberou as concessionárias de telefonia da obrigação de investir em orelhões para que, em troca, elas levem o sinal de celular 4G a quase 1.500 áreas isoladas e carentes do país. Com isto, os orelhões deixaram de receber manutenção e foram esquecidos nas ruas pela concessionária.

 

– A Conservação está atenta aos mobiliários urbanos desativados. Além dos orelhões, retiramos placas informativas que estavam sem uso e resultavam em poluição visual nas ruas cariocas. Seguiremos trabalhando em parceria com as subprefeituras para deixar a cidade ainda mais bonita – disse a secretária de Conservação, Anna Laura Valente Secco.

  • 3 de maio de 2022