Show de Madonna Rio atrai 1,6 milhão de pessoas à praia de Copacabana

Publicado em 05/05/2024 - 17:19 | Atualizado em 06/05/2024 - 07:31
A multidão ocupou as areias da Praia de Copacabana - Fabio Motta/Prefeitura do Rio

O show da cantora Madonna, na praia de Copacabana, atraiu 1,6 milhão de pessoas na noite de sábado (4/5). A Prefeitura do Rio não registrou nenhum atendimento médico grave nos postos de saúde e 287 toneladas de lixo foram recolhidas. A Operação Madonna teve início no dia 29 de abril e seguirá até esta segunda-feira (6/5) e a Riotur coordenou e acompanhou a implementação das estruturas e toda a execução operacional dos órgãos públicos que deram suporte ao show.

Fotogaleria: Madonna leva multidão ao delírio em megashow em Copacabana

A Riotur contou com postos de informações localizados nos aeroportos Santos Dumont e Galeão; na Rodoviária do Rio e nos postos 2 e 5 de Copacabana que ofereceram as orientações para quem foi assistir ao show. Postos volantes também foram criados em outros pontos do bairro de Copacabana e em pontos turísticos como Pão de Açúcar, Cristo Redentor, entre outros.

Do dia 1º/5 até esta segunda (6/5), a Riotur recolhe dados sobre a experiência de turistas e residentes na cidade. Através de um card em QR Code, os participantes podem responder a um rápido questionário, em inglês e espanhol, que vai avaliar o nível de satisfação com as informações turísticas oferecidas na cidade.

 

Centro de Operações

Pela primeira vez, o Centro de Operações montou um posto avançado que integrou todos os órgãos públicos, na Avenida Atlântica, na altura da Rua República do Peru. Para o monitoramento do show, foram utilizadas um total de 239 câmeras.

Somente na orla de Copacabana, 77 câmeras, além de drones e bodycams, monitoraram as ações dos órgãos e o deslocamento do público à Praia de Copacabana. Ao final da operação não se constatou nenhum registro grave.

 

Transporte

O esquema de trânsito preparado para o show funcionou dentro do programado. Os bloqueios viários foram implantados sem intercorrência e as retenções observadas ficaram restritas às proximidades dos pontos de bloqueios nos horários de maior concentração de chegada e saída do público. Às 4h05, todos os acessos ao bairro de Copacabana estavam reabertos à circulação de veículos.

Criada exclusivamente para o show, a linha expressa de ônibus Terminal Gentileza x Copacabana transportou cerca de 1.900 pessoas. De acordo com a Secretaria Municipal de Transportes, essa opção foi utilizada, principalmente, pelo público que desembarcou na Rodoviária Novo Rio. Com uma frequência média de partida a cada 3 minutos, a operação desses ônibus foi fluida e sem contratempos tanto na ida quanto na volta do público.

 

Ordem Pública

A Secretaria de Ordem Pública e a Guarda Municipal atuaram no show da Madonna com mais de 1.130 agentes com foco no ordenamento urbano e do trânsito, fiscalização do estacionamento irregular, de táxis, veículos de aplicativos, transporte complementar e no auxílio à segurança pública.

As ações acarretaram a desmobilização de quatro cercadinhos feitos por ambulantes ilegais na praia de Copacabana, em frente ao palco do show, que estavam demarcados com sacos de areia e caixas de cerveja, além de desmobilizar 30 acampamentos. Também foram aprendidos mais de dois mil itens como garrafas de vidro, bebidas diversas, cigarros eletrônicos, botijões de gás e uma grelha de churrasco.

As equipes aplicaram 366 multas de trânsito e removeram 156 veículos estacionados irregularmente e nas fiscalizações de táxis e veículos de aplicativos, um táxi foi flagrado realizando cobrança no “tiro”. O motorista cobrou R$200,00 a um turista para uma corrida que, em média, no taxímetro, custaria cerca de R$ 60,00. Um veículo de aplicativo também foi pego realizando cobrança indevida e foi contatada a atividade de transporte pirata.

O patrulhamento preventivo das equipes apreendeu 59 facas e objetos perfurocortantes e um adolescente por furto de celular. Dois homens foram presos por tentativa de furto e outro por dano a uma viatura da SEOP.

Também foram registradas 10 abordagens de orientação a praticantes de esportes aquáticos, como stand up padle e canoa havaiana, que estavam proibidos na orla.  A GM-Rio atuou em conjunto com a Capitania dos Portos, na fiscalização e monitoramento do tráfico aquaviário durante o Show da Madonna com foco na segurança.

 

Comlurb

Assim como ocorre na Operação de Réveillon, no início da manhã de domingo (05/04) a Comlurb entregou a praia de Copacabana limpa para os cariocas após retirar 287 toneladas de lixo. A megaoperação contou com 1.518 garis divididos em três turnos de trabalho e equipes de fiscais do Lixo Zero aplicaram 27 multas por descarte irregular de pequenos resíduos e publicidade irregular.

A limpeza incluiu as principais vias transversais de Copacabana, inclusive com lavagem das ruas com água de reuso. A companhia disponibilizou 1.500 contêineres de 240 litros na areia e calçadão da Av. Atlântica e principais vias de acesso, incluindo às estações de metrô, para o descarte de seus resíduos de forma correta.

No total, a Comlurb contou com mais de 65 veículos, sendo 18 exclusivos para limpeza hidráulica com água de reuso, além de 38 equipamentos, com dez tratores que fizeram o peneiramento da areia antes e após o show.

 

Saúde

Os três postos médicos montados pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS) na orla de Copacabana fizeram 530 atendimentos simples e de baixa complexidade. Em um público de 1,6 milhão de pessoas nenhum caso grave foi registrado.

Os postos de saúde foram montados na altura da Rua República do Peru e da Avenida Princesa Isabel e na Praça do Lido e funcionaram das 17h30 às 4h. Foram distribuídos 210 mil preservativos masculinos e femininos nos três postos médicos e na “VamBora”, unidade móvel da Secretaria Municipal Saúde.

 

Políticas e Promoção da Mulher

Nenhuma ocorrência de violência contra a mulher foi registrada pelas equipes da Secretaria de Políticas e Promoção da Mulher. Antes do espetáculo, a pasta promoveu a campanha Rio + Seguro para as mulheres e Tem Saída 24h! A campanha tem como objetivo conscientizar e combater a violência contra a mulher.

Os banheiros da Orla de Copacabana foram adesivados com o material da campanha, com informações sobre como e onde buscar ajuda em casos de violência, através de um QR Code, traduzido em inglês, espanhol e francês. Os banheiros vips e os restaurantes localizados em torno do evento também receberam os materiais. O vídeo Rio + Seguro foi exibido em 18 telões, que estavam posicionados em Copacabana.

A Secretaria ainda ofereceu um posto de atendimento para acolher mulheres em caso de violência durante o evento, que não foi procurado para prestar auxílio.

 

Assistência Social

A Secretaria de Assistência social atuou para preservar o bem-estar de crianças e adolescentes. Uma das ações adotadas foi a distribuição de 2.350 pulseiras de identificação. Ao término da operação, houve registro de quatro crianças perdidas de seus responsáveis e dois acolhimentos de adolescentes.

 

Fotogaleria: Madonna leva multidão ao delírio em megashow na praia de Copacabana

 

 

Megaoperação de limpeza teve 1.518 garis e 287 toneladas de resíduos coletadas em Copacabana

  • 5 de maio de 2024
  • Pular para o conteúdo