Projeto Mais Cidade, agora presencial, leva grupo de idosos para visita ao Museu do Amanhã

Publicado em 28/10/2021 - 19:44 | Atualizado
Projeto Mais Cidade - Divulgação

A Prefeitura do Rio, por meio da Secretaria do Envelhecimento Saudável e Qualidade de Vida, realizou nesta quinta-feira (28/10) sua primeira atividade teste do Projeto Mais Cidade. A ação, no Museu do Amanhã, teve a participação de 40 pessoas.

O objetivo do Mais Cidade é levar idosos a museus, teatros, parques, pontos turísticos e centros culturais para gerar sentimento de pertencimento e aproximar essa população da cultura.

Por meio de instalações audiovisuais e interativas e de jogos, o público foi levado a examinar o passado, a entender as várias tendências da atualidade e a imaginar futuros possíveis para os próximos 50 anos. A atividade contou com uma visita guiada que começou do lado de fora e se estendeu por todo o museu de ciências.

O secretário municipal do Envelhecimento Saudável, Junior da Lucinha, ressaltou a importância dessas ações para a terceira idade:

 

– Garantir o direito à cidade passa por lazer e cultura. A secretaria quer escutar, integrar e trazer o máximo de autonomia aos idosos, pois não podemos falar em política pública sem emancipação, sem acesso e sem pertencimento.

 

Um ônibus levou os frequentadores da Casa de Convivência Naná Sette Câmara, em São Conrado, até o Museu do Amanhã, na Praça Mauá. Apenas duas pessoas já conheciam o espaço. Para Francisca Araújo, de 74 anos, o passeio foi encantador.

 

– Não tenho palavras. Agradeço muito pela oportunidade, pelo conhecimento, pela delicadeza de todos. É um mundo que nós não conhecíamos. Tudo que eu conheço hoje é graças à Casa Naná – afirmou ela.

 

O Projeto Mais Cidade começou de forma virtual em março deste ano com parceiros como o Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), o Museu de Arte Moderna do Rio (MAM) e o Planetário. A previsão é que em novembro mais duas atividades testes sejam realizadas.