Programa Emprega JUV é lançado e abre inscrições para curso em parceria com o UNICEF 

Publicado em 26/03/2021 - 16:37 | Atualizado em 26/03/2021 - 16:42
Programa Emprega JUV é voltado para os jovens das comunidades - Arquivo/Prefeitura do Rio

A Secretaria Especial da Juventude Carioca (JUV-Rio) lança nesta sexta (26/03) o Emprega JUV, programa de empregabilidade e capacitação para jovens de 14 a 29 anos. O lançamento será virtual com a abertura das inscrições do curso “Promover para Prevenir em Saúde Mental”, oferecido em parceria com o UNICEF e o Movimento Saber Lidar/ASEC. O programa está conectado à iniciativa 1Mio (Um Milhão de Oportunidades), plataforma que visa alcançar jovens, com foco para aqueles que estão em situação de vulnerabilidade. As inscrições vão até o dia 15 de abril e podem ser feitas no site https://cutt.ly/EmpregaJUV .

São 90 vagas para o curso que vai incentivar, de forma dinâmica e acolhedora, os jovens a aprenderem a lidar consigo mesmos, com os outros e com os desafios da vida. Com o desenvolvimento dessas habilidades socioemocionais, espera-se que este público-alvo se fortaleça e possa acessar melhores oportunidades no mundo do trabalho. O curso começa dia 25 de abril.

A oportunidade vale para jovens de 15 a 24 anos,  moradores de favela ou periferia na cidade do Rio e que desenvolva trabalho voluntário, faça parte de um projeto social e/ou exerça uma atividade profissional por meio da qual possa atuar como multiplicador dos conteúdos da formação junto a outros jovens.

Oportunidade no mercado de trabalho

Essa é a primeira ação do Emprega JUV, que vai auxiliar a juventude carioca na busca de uma oportunidade de trabalho e ainda ajudar empresas a atenderem a Lei da Aprendizagem. A JUVRio está em busca de parceiros que desejam aderir ao programa oferecendo vagas e capacitações para os jovens. O programa vai promover a inclusão profissional e emancipação desta população em situação de vulnerabilidade social por meio de orientação profissional, oferta de oportunidade de qualificação e inserção no mercado de trabalho.

O secretário da Juventude Carioca, Salvino Oliveira, expôs os dados sobre desocupação de jovens que deram origem ao programa.

– A crise gerada pela pandemia da Covid-19 produziu efeitos dramáticos no mercado de trabalho no estado do Rio, principalmente entre os jovens. Segundo dados do IBGE, da PNAD Contínua do 1º Trimestre de 2020, apontam que 152 mil jovens cariocas com idade entre 14 e 24 anos estavam desempregados. A taxa de desocupação entre os jovens de 14 a 17 anos chegou a 61,8% e a de jovens entre 18 a 24 anos chega a 32,6%, números superiores à média do total da taxa no Estado do Rio de Janeiro que ficou em 17,4% – explicou Salvino.

Eixos de atuação

O Emprega JUV vai acompanhar e orientar a juventude para inseri-la no mercado de trabalho por meio de três eixos de atuação. No eixo 1 serão oferecidos ciclos formativos de orientação e informação profissional em que se espera contribuir no estímulo vocacional, na percepção do jovem sobre suas competências, habilidades, desejos e estimular reflexão sobre planos para os próximos anos.

No eixo 2 podem ser oferecidas bolsas em cursos de qualificação profissional nas mais diversas áreas, com foco especial nas carreiras de economia criativa e de tecnologia da informação. Já o eixo 3 prevê encaminhamento para vagas de emprego e Jovem Aprendiz por meio de um banco de oportunidades que deve funcionar de maneira contínua. Durante a busca por oportunidades, um profissional de Serviço Social vai fazer o acompanhamento dos jovens até que eles consigam se inserir no mercado de trabalho, dentro do período de atuação do projeto.

O planejamento é que os eixos 2 e 3 sejam lançados no decorrer do ano.

  • 26 de março de 2021