Prefeitura reforça programa Hortas Cariocas com criação de peixes

Publicado em 16/04/2020 - 18:18 | Atualizado
Distribuição contempla também famílias de alunos da rede municipal de ensino que estão com aulas suspensas. Foto: Marcelo Piu/Prefeitura do Rio

 

A Prefeitura do Rio de Janeiro por meio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SMAC) vai iniciar a criação de peixes para reforçar o cardápio de produção de alimentos do programa Hortas Cariocas. Toda a produção do programa, cerca de 6 toneladas por mês, será doada para as populações de baixa renda nas comunidades onde estão instaladas.

– Essa novidade no programa hortas cariocas permitirá um reforço alimentar importante nesse momento difícil. Todos os peixes serão doados nas regiões em que as hortas estão inseridas. Algo inédito na cidade, se tornará um legado que ficará para complementar a renda dos hortelãos após a crise, explicou o secretário de Meio Ambiente, Bernardo Egas.

A unidade escolhida para receber a novidade é a horta Dirce Teixeira, no Jardim Anil, em Jacarepaguá. Em 10 dias, ela receberá uma estrutura de 10 tanques com capacidade para 2 mil litros de água para produzir uma tonelada de peixes por mês. O canteiro do Jardim Anil, produz hoje cerca de 1 tonelada por mês de verduras e legumes entre batata doce, cenouras, aipim e abóbora, e passará a receber um reforço da produção.

Por essa tecnologia, fruto de uma parceria com a Embrapa, as plantas são cultivadas sem contato com a terra, semelhante ao sistema de hidroponia, mas com uma diferença básica: a hidroponia utiliza soluções industriais adicionadas à água que circula pelas raízes. A aquaponia promove a circulação dessa água por onde os peixes são criados, fornecendo nutrientes para as plantas, em especial o nitrogênio.

A nova tecnologia também será estendida para outras hortas do programa, que no ano passado produziu 70 toneladas de alimentos em seus 42 canteiros.

No último dia 08, a Prefeitura destinou uma suplementação de verbas para a Secretaria de Meio Ambiente reforçar a produção de alimentos do Hortas Cariocas. E a primeira ação nesse sentido é a introdução da tecnologia de aquaponia – criação de peixes associada ao cultivo de plantas sem uso do solo.

 

Prefeitura do Rio seleciona empresas para desenvolver projetos com foco em sustentabilidade