Prefeitura promove debate sobre igualdade e equidade para o desenvolvimento sustentável

Publicado em 20/05/2020 - 16:48 | Atualizado
Encontro online ocorre nesta quinta-feira (21) e é o terceiro de uma série temática em que a população interage enviando perguntas aos especialistas. Foto: Divulgação / Prefeitura do RioEncontro online ocorre nesta quinta-feira (21) e é o terceiro de uma série temática em que a população interage enviando perguntas aos especialistas. Foto: Divulgação / Prefeitura do Rio
A Prefeitura do Rio, por meio da Secretaria Municipal da Casa Civil, promove, nesta quinta-feira, 21/05, o terceiro encontro virtual da série “Diálogos para 2030: Preparando a Cidade do Rio para o Futuro”. No projeto, a população é convidada a opinar e trocar ideias com especialistas a fim de debater os desafios e novos rumos do município para os próximos 10 anos. O futuro dos espaços urbanos é temática alinhada com o Rio Capital Mundial da Arquitetura. 

O tema desta semana é “Igualdade e Equidade para o Desenvolvimento Sustentável” e participarão da mesa de debate os seguintes especialistas: Frederico Poley, professor e pesquisador da Fundação João Pinheiro; Christian Basilio, estudante de Gestão Pública (GPDES) na UFRJ e cofundador do Ubuntu_Lab; Luciana Phebo, médica e chefe do escritório Unicef no Rio de Janeiro; Renato Meirelles, professor de Ciências do Consumo e Opinião Pública do Ibmec e presidente do Instituto Locomotiva; e Bernardo Serra, gerente de Políticas Públicas do Instituto ITDP Brasil. A apresentação e mediação é de Rosângela Coelho.

– Não deixar ninguém para trás, esse lema da Agenda 2030 foi abraçado pela Cidade do Rio de Janeiro, que tem como foco reduzir assimetrias e desigualdades no território municipal. Igualdade e equidade é um dos temas transversais do Plano de Desenvolvimento Sustentável do Rio, que conversa mais fortemente com a realidade e dia a dia do cidadão – indica Anderson Simões, subsecretário de Planejamento e Acompanhamento de Resultados da Casa Civil.

O assunto envolve os diversos tipos de desigualdades que se apresentam no território municipal (renda, infraestruturas, cultura, etc.) e fortalece as economias locais, gerando emprego e renda de qualidade.

– A redução das assimetrias regionais e das desigualdades sociais e territoriais é de alta relevância para alcançarmos um desenvolvimento pleno. Áreas e grupos mais vulneráveis socialmente, como crianças e jovens, com melhoria de oportunidades, educação, moradia e transportes de qualidade em todo o território estão entre os temas abordados nesse dia do evento – explica Daniel Mancebo, coordenador geral do Escritório de Planejamento.

Em cinco quintas-feiras seguidas, sempre às 10 h, os convidados discutem com a população assuntos ligados ao Plano de Desenvolvimento Sustentável do Rio, elaborado pelo Escritório de Planejamento da Subsecretaria de Planejamento e Acompanhamento de Resultados da Casa Civil, em parceria com o Programa das Nações Unidas para os Assentamentos Humanos, ONU Habitat, e com a MultiRio, a Empresa Municipal de MultiMeios da Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro.

Os encontros são transmitidos pelo canal da MultiRio no YouTube e pelo Escritório de Planejamento (veja no final) e a população pode interagir.

Temas já discutidos

Na semana passada, participaram da segunda mesa de debates Rubens Filho, jornalista e coordenador de Comunicação do Instituto Trata Brasil; Daniel Vilella, pesquisador da Fiocruz e professor de Epidemiologia e Biologia Computacional; Paulo Saldiva, professor da USP e pesquisador de doenças respiratórias e saúde ambiental; Mónica Guerra, arquiteta, mestre em planejamento e gestão urbana e fundadora do Comida do Amanhã. O tema debatido foi Longevidade e Bem-estar para o Desenvolvimento Sustentável.

Já os convidados do primeiro encontro virtual, na quinta-feira 07/05 foram: Claudio Acioly Jr. (GIZ – Agência Alemã de Cooperação Internacional); Paulo Jannuzzi (IBGE); Rayne Moraes (ONU-Habitat); e Roberto Medronho (UFRJ). A discussões giraram em torno do tema ‘A Agenda 2030 e Desenvolvimento Sustentável’. A ótica foi o impacto do momento atual em consequência da grave pandemia que o mundo enfrenta e a importância de se discutir sustentabilidade, repensando a vida em sociedade, consumo e estratégia de planejamento.


Próximos temas e datas:


21 de maio

Igualdade e Equidade para o Desenvolvimento Sustentável

28 de maio

Cooperação e Paz para o Desenvolvimento Sustentável

4 de junho

Desafios do Financiamento e Transformações da Gestão Pública


SERVIÇO


Data: 21 de maio de 2020, quinta-feira.

Horário: 10 horas

Pelo link: https://youtu.be/_eH3hV1K3vY

Canal da MultiRio:
https://www.youtube.com/user/MULTIRIOSME

Canal do Escritório de Planejamento
https://bit.ly/3f91wvq